fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista-Agut, Kevin Anderson, Fabio Fognini, WimbledonCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista-Agut, Kevin Anderson, Fabio Fognini, WimbledonCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista-Agut, Kevin Anderson, Fabio Fognini, Wimbledontênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0627_wimbledon_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0627_wimbledon_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Murray domina espanhol e amplia série vitoriosa
27/06/2014 às 16h29
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/murray/0627_wimbledon_fore_int.jpg" title="Murray tem 16 vitórias seguidas no All England Club" />

Murray tem 16 vitórias seguidas no All England Club

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - O britânico Andy Murray continua imbatível na grama do All England Club. Nesta sexta-feira, ele anotou sua 16ª vitória seguida no local onde conquistou o título de Wimbledon no ano passado e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012. Seu adversário, o espanhol Roberto Bautista, não ofereceu grande resistência e acabou batido em sets diretos, com placar final de 6/2, 6/3 e 6/2.

Terceiro favorito no torneio, o atleta da casa tem agora pela frente o sul-africano Kevin Anderson, que levou a melhor sobre o italiano Fabio Fognini em batalha de cinco sets e 2h45, com parciais de 4/6, 6/4, 2/6 6/2 e 6/1. Será a terceira vez que Murray e Anderson se encaram e o duelo servirá como tira-teima, já que cada um tem uma vitória no histórico. O britânico levou a melhor no Australian Open de 2010 e perdeu em Montreal, no ano seguinte.

Embora tenha conquistado seu primeiro título da carreira na semana passada na grama de ‘s-Hertogenbosch, Bautista não conseguiu dar grande trabalho ao britânico, principalmente por ter trabalhado muito mal com o saque. O espanhol faturou somente 45% dos pontos disputados em seu serviço, cedeu ao todo 16 oportunidades de quebra e viu i rival aproveitar metade delas.

Do outro lado, Murray foi quebrado nos dois break-points que teve contra. Só que seu desempenho com o saque foi melhor que o do espanhol, vencendo 70% dos pontos, sendo 11 deles em aces. O britânico ainda obteve bem mais bolas vencedoras do que Bautista (43 a 18) e nos erros não forçados cometeu somente um a mais do que o oponente desta sexta (17 a 16).

Na atual temporada, o britânico ainda não sabe o que é levantar uma taça. Por sinal, ele não vence um título justamente desde a conquista em Wimbledon no ano passado e desde então não fez uma final a mais sequer. Em 2014, as melhores campanhas de Murray foram as semifinais de Roland Garros e do ATP 500 de Acapulco, e as quartas no Australian Open, em Roterdã, Miami e Roma.

Últimas notícias
Comentários