fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Lukas Rosol, Martin Klizan, Benoit Paire, WimbledonCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Lukas Rosol, Martin Klizan, Benoit Paire, WimbledonCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Lukas Rosol, Martin Klizan, Benoit Paire, Wimbledontênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0624_wimbledon_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0624_wimbledon_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Wimbledon
De virada, Nadal anota 700ª vitória e vai rever Rosol
24/06/2014 às 13h33
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0624_wimbledon_vibra_int.jpg" title="Nadal não vencia na grama desde 2012 contra Bellucci" />

Nadal não vencia na grama desde 2012 contra Bellucci

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Nesta terça-feira, o espanhol Rafael Nadal se tornou o 11º tenista da Era Aberta a anotar 700 vitórias na carreira. Tal marca veio na primeira rodada de Wimbledon e não foi fácil para o canhoto de Mallorca, que saiu perdendo para o eslovaco Martin Klizan, mas conseguiu correr atrás e acabou levando a melhor de virada, com placar final de 4/6, 6/3, 6/3 e 6/3, em 2h54 de jogo.

O próximo adversário de Nadal será o tcheco Lukas Rosol, que assim como o número 1 do mundo precisou de quatro sets para vencer a primeira. A diferença é que ele não chegou a ficar atrás do francês Benoit Paire, fechando o placar com 6/3, 3/6, 7/6 (7-5) e 6/4. O duelo entre o espanhol e o tcheco será uma reedição do embate de dois anos atrás no All England Club.

Naquele ano, o líder do ranking vencera o paulista Thomaz Bellucci na primeira rodada e em seguida foi surpreendido por Rosol. Nadal conseguiu devolver a derrota para o tcheco na atual temporada, na primeira semana, derrubando o rival no ATP 250 de Doha, onde depois conquistou o título.

A partida não começou fácil para o espanhol que logo no primeiro game teve que salvar três break-points. Nadal cedeu nova oportunidade de quebra no terceiro game, mas novamente se safou. Só que no nono não deu para o canhoto de Mallorca, que perdeu o serviço para Klizan. Em seguida, o eslovaco tratou de confirmar o saque e com isso largou na frente do placar.

No segundo set, Nadal voltou a encarar algumas dificuldades para confirmar o saque. O espanhol salvou três break-points no terceiro e mais dois no nono, quando já tinha quebra de vantagem e estava servindo para empatar. Duas vezes campeão de Wimbledon, ele escapou das duas oportunidades de quebra cedidas a Klizan e igualou tudo.

Depois do empate, o espanhol parece ter se encontrado em quadra e teve maior domínio das ações. Nadal começou quebrando o eslovaco no terceiro set e chegou a ter 3/0 com duas quebras de frente e viu Klizan devolver apenas uma delas. Na quarta parcial, o canhoto de Mallorca anotou um break no quarto game e ficou em boa situação. O eslovaco até conseguiu uma quebra de volta, mas perdeu o saque e deixou o rival sacar em 5/3.

O espanhol chegou a perder um match-point, mas no segundo tratou de fechar o confronto, se aproveitando de um erro não forçado de Klizan. Ao todo foram 32 erros do eslovaco, contra 25 de Nadal, que também levou a melhor nas bolas vencedoras, com 36 a seu favor, uma a mais do que o oponente.

Últimas notícias
Comentários