fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tomas Berdych, Body Issue , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tomas Berdych, Body Issue , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Tomas Berdych, Body Issue , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/topspin/berdych_nu_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/topspin/berdych_nu_int.jpg" />
Notícias | Top Spin
Berdych e Venus posam nus para revista americana
23/06/2014 às 21h40
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/topspin/berdych_nu_int.jpg" title="Berdych superou problemas com peso na infância" />

Berdych superou problemas com peso na infância

Foto: Reprodução
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Los Angeles (EUA) - Tomas Berdych enfrentou problemas de peso quando criança, mas isso ficou no passado. O tcheco aparece no próximo mês na capa da revista “Body Issue”, revista da ESPN (leia a reportagem original), exibindo seu corpo musculoso, como veio ao mundo, apenas com uma raquete como coadjuvante. 

“Eu adorava doces. Quando criança, tinha muitos problemas com meu peso. A boa coisa é que meus pais perceberam isso cedo, não ignoraram  e não me deixaram extrapolar o peso”, disse o jogador de 28 anos.

Apesar de estar em forma, o número 6 do mundo não escapa das brincadeiras de seu fisicultor. “Ele diz que minhas pernas e o tronco, eu sou duas pessoas em uma só”, explica. “Mas sendo mais pesado na parte de baixo do que em cima, é isso que tem funcionado no meu caso. O ideal seria ser mais magro e leve nas pernas e um pouco mais pesado na parte superior do corpo. Mas isso não é uma coisa que se consegue indo a uma loja e pedindo.” 

Embora admita que sua estrutura torna mais complicado jogar na grama, Berdych ganhou o torneio de Halle em 2007 e foi vice de Wimbledon em 2010. “Essas bolas baixas e os movimentos diferentes são dificeis especialmente para minha altura e peso”, afirma. “Quando o piso muda e jogo na grama, começo a sentir a parte baixa das costas e da coxa. Mas consigo me movimentar bem. Minha primeira final de Grand Slam foi em Wimbledon, então, não tenho queixas contra a grama.” 

Berdych não é o primeiro a posar nu para a revista da ESPN dedicada ao corpo. No ano passado, o americano John Isner foi o escolhido, além de James Blake, que se juntou à garota da capa Serena Williams na edição inaugural há cinco anos.Venus Williams também aparece nua na edição deste ano, que vai às bancas no dia 11 de julho.

Últimas notícias
Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis
ProSpin
Wilson
Raquete Mania
Paulistana