fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roland Garros tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0518_roma_comdjoko_trofeu_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0518_roma_comdjoko_trofeu_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Djokovic testa domínio de Nadal em Roland Garros
07/06/2014 às 17h28
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/nadal/0518_roma_comdjoko_trofeu_int.jpg" title="Nadal e Djokovic repetem em Paris a final de Roma" />

Nadal e Djokovic repetem em Paris a final de Roma

Foto: Arquivo
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

A final masculina de Roland Garros terá mais uma vez o embate entre o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic, que pela 42ª vez irão medir forças, sendo a final de número 22 entre eles. O vasto histórico de duelos não impede, contudo, que os dois entrem na quadra Philippe Chatrier, neste domingo, em situações bem diferentes.

Campeão dos últimos quatro anos em Roland Garros, Nadal é praticamente imbatível no saibro parisiense, onde conheceu apenas uma derrota em 66 jogos. Seu único algoz foi o sueco Robin Soderling, que em 2009 derrubou o canhoto de Mallorca nas oitavas de final. Desde então, foram mais quatro títulos do espanhol e uma série de 34 triunfos.

Embora tenha uma supremacia no Slam francês, buscando seu nono título, o espanhol não teve os mesmos resultados que costuma ter nos eventos preparativos no saibro, conquistando apenas um título, no Masters 1000 de Madri. No histórico contra Djokovic a situação se assemelha, uma vez que Nadal tem boa vantagem no saibro, mas perdeu o duelo mais recente.

Na final do Masters 1000 de Roma, o sérvio anotou seu quarto triunfo em 17 com Nadal sobre a terra batida. De quebra, Djokovic vem em uma boa sequência contra o espanhol, tendo vencido os últimos quatro jogos. O número 1 do mundo não leva a melhor para cima do tenista de Belgrado desde a final d US Open de 2013. Só que em Roland Garros, o sérvio perdeu os cinco embates.

Além disso, Djokovic terá o peso de buscar uma conquista inédita. Dono de seis troféus de Grand Slam, o sérvio ainda não sabe o que é triunfar em Roland Garros e terá que tentar seu primeiro título no evento justamente contra aquele que mais venceu no saibro parisiense. Caso consiga fechar o Slam de carreira, “Nole” será o sétimo a alcançar este feito e o quinto mais novo, deixando para trás o suíço Roger Federer, que obteve tal marca com 27 anos e 103 dias, contra 27 anos e 17 dias do tenista de Belgrado.

Segundo mais novo a conquistar os quatro principais torneios do circuito, Nadal alcançou o feito com 24 anos e 101 dias. Atual número 1 do mundo, ele terá que ampliar seu rol de conquistas para se manter na ponta, já que será ultrapassado por Djokovic em caso de derrota nesta final. O espanhol tenta também ser o segundo maior vencedor de Slam da história, ele está a um troféu de igualar a marca de 14 do norte-americano Pete Sampras.

Últimas notícias
Comentários