fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, Garbine Muguruza , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, Garbine Muguruza , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Maria Sharapova, Garbine Muguruza , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/sharapova/0602_rolandgarros_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/sharapova/0602_rolandgarros_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Sabia que o jogo não havia acabado', diz Sharapova
03/06/2014 às 13h43
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/sharapova/0602_rolandgarros_vibra_int.jpg" title="Sharapova diz que confirmar em 3/1 foi importante" />

Sharapova diz que confirmar em 3/1 foi importante

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) – Maria Sharapova conquistou sua segunda vitória de virada consecutiva em Roland Garros e está na semifinal. A russa derrotou a espanhola Garbiñe Muguruza nesta terça-feira após perder o primeiro set por um contundente 6/1. Ela enfrenta na semifinal a canadense Eugenie Bouchard.

“Acho que não fiz muito no primeiro set para machucá-la e ela fez muitas coisas bem. Mas sabia que o jogo não havia acabado e tinha muito tempo para mudar a situação. Pouco a pouco, fui melhorando, entrei mais na quadra, fui agressiva, saquei e devolvi melhor, tive break-points. Confirmar em 3/1 no segundo set foi difícil e esse game me deu confiança. Eu estava a um game de perder, então fico feliz de sair com a vitória”, afirmou Sharapova.

Para a russa, foi importante começar a reação já no início do segundo set. “No primeiro, penso que não me dei chance. Não houve ralis, os pontos duravam duas ou três bolas. Eu chegava atrasada e ela acertava bolas profundas, eu não tinha resposta. Contra uma oponente confiante, você não pode dar segundos saques o tempo todo, isso não ajuda nas quartas de um Slam. Quando consegui quebrar, mesmo ela quebrando de volta, eu já sentia que estava no jogo”, analisou.

“Quando você está um pouco mais agressiva no segundo saque e aproveitando as chances, ela não joga mais tão solta. É uma combinação do jeito que você se sente e a pressão que ela começa a sentir”, comentou Sharapova, que também havia virado contra Samantha Stosur nas oitavas de final.

Sharapova segue com apenas uma derrota no saibro em 2014, para Ana Ivanovic em Madri, e está confiante para buscar o bicampeonato em Paris. “Precisei recuperar minha energia e começar a mexer os pés. Foi muito duro perder na final do ano passado, porque era a atual campeã. Agora, eu tenho uma motivação ainda maior para ir mais longe e estar de volta à semifinal é uma boa sensação”, comemorou.

Últimas notícias
Comentários