fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
tênis" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Murray bate Verdasco pela décima vez e avança
02/06/2014 às 14h45
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Pela décima o espanhol Fernando Verdasco saiu de quadra derrotado em uma partida contra o britânico Andy Murray. Em duelo válido pelas oitavas de final de Roland Garros, nesta segunda-feira, o escocês de Dunblane levou a melhor sobre o rival em sets diretos, fechando com parciais de 6/4, 7/5 e 7/6 (7-3), depois de 2h54.

Nas quartas de final, a uma vitória de igualar sua melhor campanha no saibro parisiense, Murray terá pela frente o local Gael Monfils, último francês ainda vivo no torneio. O atleta da casa nunca perdeu para Murray em Paris, tendo vencido no Masters 1000, em 2010, e em Roland Garros, em 2006. Só que nos outros três embates a vitória ficou com o britânico.

Verdasco é apenas o terceiro a somar pelo menos 10 derrotas contra Murray. Os outros dois que ultrapassaram essa marca são o suíço Roger Federer, com 11 derrotas, e o francês Gilles Simon, que perdeu 12 para o britânico. Por sua vez, o espanhol perdeu mais de 10 para outros quatro nomes: Rafael Nadal (14), Tomas Berdych (10) e Andy Roddick (10).

A derrota desta segunda-feira impediu que o canhoto madrilenho chegasse às quartas em Paris pela primeira vez. Com isso, ele vai para 11 participações no torneio sem conseguir ficar entre os oito últimos. O alemão Tommy Haas foi o jogador que mais demorou para conseguir tal feito, precisando de 12 aparições.

Murray obteve a primeira quebra da partida, já no terceiro game, mas logo em seguida permitiu que o espanhol devolvesse. No nono, ele conseguiu superar novamente o saque de Verdasco e sacou em seguida para fechar o set. A parcial seguinte foi mais econômica em break-points convertidos e o único veio no 11º e penúltimo game, em favor do britânico.

Depois de abrir 2 a 0, o escocês de Dunblane deu um enorme passo rumo à vitória ao conseguir quebrar Verdasco logo de cara no terceiro set. Ele chegou a ficar a um ponto de sacar em 5/3, mas viu o espanhol salvar três break-points no sétimo e devolver a quebra em seguida. O tiebreak veio para definir a parcial e acabou definindo também o jogo, uma vez que Murray triunfou.

Comentários