fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, treinador, Amelie Mauresmo Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, treinador, Amelie Mauresmo Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, treinador, Amelie Mauresmo tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/lendas/mauresmo_arquibancad_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/lendas/mauresmo_arquibancad_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Mauresmo é cotada para ser treinadora de Murray
29/05/2014 às 16h32
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/lendas/mauresmo_arquibancad_int.jpg" title="Mauresmo continua a visitar todos os grandes torneios" />

Mauresmo continua a visitar todos os grandes torneios

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) – A imprensa britânica já apontou vários nomes como possíveis candidatos a novo treinador de Andy Murray, até a francesa Amelie Mauresmo. Enquanto isso, o britânico continua o mistério, mas pelo menos confirmou que convidou mulheres para ocupar o cargo.

“Eu conversei com algumas pessoas, homens e mulheres. Também peguei conselhos de outras, de ambos os gêneros. Não são pessoas que necessariamente vão me treinar, mas com quem posso trocar ideias. Acho que é o que todo mundo faz quando está procurando um treinador”, afirmou Murray.

Além de Mauresmo, John McEnroe, Jonas Bjorkman, Larry Stefanki, Mats Wilander, Bob Brett, Leon Smith e Martina Navratilova foram mencionados pela imprensa britânica nas últimas semanas como possíveis substitutos de Ivan Lendl. No entanto, Murray desconversou novamente ao ser questionado sobre estes nomes: “Que eu saiba, não”.

“Desde que parei de trabalhar com Ivan, muitos nomes foram mencionados. Tenho que aguentar isso. Quando a hora chegar, vou anunciar. Não tenho algo a dizer ainda”, completou o número 7 do mundo. Lendl terminou a parceria com Murray em março após dois anos de grandes conquistas para o britânico, como o ouro olímpico e dois títulos de Slam.

Murray garantiu que não vê problema em ter uma treinadora mulher, mesmo que a atitude possa ser criticada por colegas. “Não me importa se alguns jogadores não vão gostar. Isso não me incomoda. Fui treinado pela minha mãe por um bom tempo e ela geralmente está nos torneios”, opinou. “Alguns ex-jogadores já disseram que minha mãe não deveria estar por perto ou assistindo. É uma idiotice. Todos podem ter a equipe que quiserem ao seu lado”, finalizou.

Últimas notícias
Comentários