fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Radek Stepanek, Nenad Zimonjic, Tomas Berdych, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Radek Stepanek, Nenad Zimonjic, Tomas Berdych, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Radek Stepanek, Nenad Zimonjic, Tomas Berdych, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/1115_davis_fore_porcima_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/1115_davis_fore_porcima_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Djokovic admite cansaço, mas aceitaria jogar duplas
15/11/2013 às 18h48
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/1115_davis_fore_porcima_int.jpg" title="Djokovic diz que primeiro set foi crucial contra Stepanek" />

Djokovic diz que primeiro set foi crucial contra Stepanek

Foto: Site oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Belgrado (Sérvia) - Com a confirmação dos resultados esperados no primeiro dia da final da Copa Davis, a partida de duplas entre Sérvia e República Tcheca pode ser decisiva. Novak Djokovic não está escalado para o jogo e confessou estar exausto, mas não negará um possível pedido do capitão para jogar neste sábado às 13h (horário de Brasília).

"Ainda não sei se vou jogar duplas, porque temos que levar em conta os jogos de simples no domingo e as complicações de jogar três dias. Mas se eu for escolhido, vou ignorar minha exaustão. Jogar em casa desperta o melhor em mim", afirmou Djokovic. "Não sou especialista, claro, mas já joguei duplas e não seria a primeira vez que eu atuaria nos três dias".

Djokovic fez quatro partidas de duplas na Davis e venceu duas, a última em 2008. O número 2 do mundo e Nenad Zimonjic perderam para Tomas Berdych e Radek Stepanek na semifinal de 2010. A dupla tcheca também passou por Zimonjic e Iljia Bozoljac, os jogadores previstos para este sábado, em partida realizada em 2012.

Sobre o jogo contra Stepanek, vencido em sets diretos, Djokovic ressaltou a importância de não ter deixado o set inicial escapar. "O jogo começou bom para nós dois. Ele sacou bem, mas esse piso é mais lento que os de Paris e Londres. Tentei ser agressivo e ele estava variando bastante. O primeiro set foi apertado, mas depois consegui me sentir bem em quadra", comentou.

Djokovic teve 5/2 e sacou em 5/3, mas fechou a primeira parcial apenas em 7/5. Em seguida, não teve mais o serviço ameaçado. A Sérvia busca em casa o segundo título na competição. "Você não tem a chance de jogar uma final em casa todo ano, então a motivação é enorme e estou feliz por conseguir superar o cansaço depois de uma longa temporada", finalizou o sérvio.

Últimas notícias
Comentários