fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Sérvia, República Tcheca, Copa Davis, finalCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Sérvia, República Tcheca, Copa Davis, finalCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Sérvia, República Tcheca, Copa Davis, finaltênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/0912_davis_coletiva_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/0912_davis_coletiva_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Djokovic prevê equilíbrio na final da Copa Davis
13/11/2013 às 14h18
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/djokovic/0912_davis_coletiva_int.jpg" title="Djokovic quer ajudar a Sérvia a faturar o bi da Davis" />

Djokovic quer ajudar a Sérvia a faturar o bi da Davis

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Belgrado (Sérvia) - Principal nome do time da casa nesta decisão da Copa Davis, o sérvio Novak Djokovic prevê um confronto equilibrado contra a República Tcheca neste fim de semana na disputa do título. O número 2 do mundo sabe que por causa da pouca diferença entre os dois times não há motivos para se desesperar em caso de derrota em alguma das partidas.

"Não vai ser nada fácil", observou Djokovic, que tenta comandar a Sérvia para o segundo título na competição. Ele também esteve no time que levantou a taça em 2011, ao lado dos compatriotas Nenad Zimonjic, Janko Tipsarevic e Viktor Troicki, este último ausente nesta nova final por causa da suspensão que levou após encarar problemas com o antidoping.

Para o principal jogador sérvio, perder um dos jogos é uma situação bem provável e que deve ser enfrentada com naturalidade. "A condição não é a de um torneio normal, temos cinco partidas para conseguir três pontos. Basicamente, todo jogo é importante, mas não precisamos vencer todos e sim apenas três", declarou Djokovic.

Embora Djokovic venha em grande forma, tendo conquistado os últimos quatro torneios que disputou (Pequim, Xangai, Paris e ATP Finals), o mesmo não se pode dizer de seus companheiros. Tipsarevic teve uma temporada bem abaixo da passada, caiu do top 10 para a atual 36ª colocação.

O duplista Nenad Zimonjic também não teve seu ano mais brilhante, mas mesmo assim faturou três títulos. Já o quarto elemento do time, Ilija Bozoljac, figura apenas na 238ª colocação em simples e nas duplas é somente o 283º do mundo, tendo um calendário basicamente focado em challengers, futures e qualis de ATP.

Últimas notícias
Comentários