fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Paquistão, Nova Zelândia Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Paquistão, Nova Zelândia Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Paquistão, Nova Zelândia tênis" />
Notícias | Copa Davis
ITF nega recurso paquistanês na Copa Davis
01/05/2013 às 14h53
Publicidade
Publicidade
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - O Comitê da Copa Davis da ITF, em uma reunião nesta terça-feira, negou o recurso que a Federação de Tênis do Paquistão moveu contra a decisão do árbitro geral do duelo pelo Zonal II Ásia/Oceania contra a Nova Zelândia, que deu a vitória no confronto aos neozelandeses por entender que as quadras de grama do local escolhido não tinham condições de jogo.

Por não poder jogar em casa, o Paquistão optou por receber a série contra a Nova Zelândia na grama de Yangon, no Mianmar. Para o Comitê da Davis, a federação paquistanesa não organizou a série conforme as normas estipuladas, sem se preocupar com a qualidade das duas quadras escolhidas, a de jogo e a de treino.

A falta de qualidade na grama da quadra de jogo foi notada pelo juiz designado para o confronto, que designou a quadra secundária para ser a de jogo. Contudo, esta foi se deteriorando conforme a série se desenrolou, principalmente na segunda partida, quando o árbitro geral determinou que ela não tinha mais condições e causava risco aos jogadores, dando assim a vitória à Nova Zelândia.

Na decisão, foi citado o item 44 do Regulamento da Copa Davis, no qual o árbitro tem o poder de encerrar uma série e definir o vencedor como a nação visitante caso a nação mandante não consiga prover uma quadra em que se possa jogar, conforme estipula o item 38. Segundo o próprio regulamento, a apelação paquistanesa era um direito que seria julgado, como o foi.

Prazo para Alemanha escolher sede foi prorrogado - a data para a divulgação das sedes para os playoffs do Grupo Mundial era até 30 de abril, mas a ITF estendeu o prazo. Até o momento, o Japão decidiu receber a Colômbia em quadra rápida em Tóquio, a Croácia jogará no saibro de Umag diante da Grã-Bretanha e a Holanda terá saibro coberto de Groningen em casa contra a Áustria. A Espanha tem até 10 de maio para dizer onde joga diante da Ucrânia e os demais anfitriões (incluindo a Alemanha, oponente do Brasil) podem decidir até 17 de maio.

Comentários