fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Brasil, Alemanha, Suíça, EspanhaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Brasil, Alemanha, Suíça, EspanhaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis, Brasil, Alemanha, Suíça, Espanhatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/copa_davis/bruno_melo_saque_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/copa_davis/bruno_melo_saque_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Brasil enfrenta a Alemanha fora de casa no playoff
10/04/2013 às 07h44
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/copa_davis/bruno_melo_saque_int.jpg" title="Brasil venceu dois dos cinco confrontos contra a Alemanha" />

Brasil venceu dois dos cinco confrontos contra a Alemanha

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - Realizado na manhã desta quarta-feira, o sorteio da repescagem da Copa Davis colocou a Alemanha no caminho da equipe brasileira na busca pela permanência no Grupo Mundial. Se por um lado o esquadrão nacional escapou de adversários mais perigosos como a Espanha, por outro terá que decidir a vaga fora de casa contra os germânicos.

Brasileiros e alemães já se enfrentaram em outras cinco oportunidades pela Davis e a vantagem é da equipe europeia, que em três delas saiu com a vitória. No embate mais recente, em 1992, o Brasil aproveitou bem o mando de quadra e bateu o time liderado por Boris Becker no saibro do Rio de Janeiro.

Outras duas equipes sul-americanas também tentarão a sorte no playoff: Colômbia e Equador. Destas duas quem se deu pior no sorteio foram os equatorianos, que além de pegarem a perigosa Suíça, sempre podendo ter Roger Federer entre os convocados, terá que jogar fora de casa.

Pelo lado colombiano, o adversário é o menos gabaritado Japão, mas também neste caso eles terão que jogar bem longe dos seus domínios, uma vez que os nipônicos ganharam o sorteio para ser mandante em um confronto que nunca antes havia ocorrido pela competição. Mesma situação ocorreu entre equatorianos e suíços, que medem forças pela primeira vez.

Um dos principais times da Davis nos últimos anos, a "Armada" espanhola vai jogar em casa contra a Ucrânia, em mais um duelo inédito. Outra equipe complicada, a Grã-Bretanha, que deverá contar com a estrela Andy Murray na próxima série, vai viajar para a Croácia em busca de uma vaga na principal divisão da Davis, algo que não acontece desde 2008.

Os demais três confrontos também acontecerão em solo europeu. A Austrália de Bernard Tomic e Lleyton Hewitt terá pela frente a Polônia de Jerzy Janowicz, os belgas pegam em casa a equipe de Israel e a Holanda receberá a Áustria em seus domínios.

Últimas notícias
Comentários