fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Gilles Simon, Richard Gasquet, David Nalbandian, Juan Monaco, Jo-Wilfried TsongaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Gilles Simon, Richard Gasquet, David Nalbandian, Juan Monaco, Jo-Wilfried TsongaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Gilles Simon, Richard Gasquet, David Nalbandian, Juan Monaco, Jo-Wilfried Tsongatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/simon/0404_davis_coletiva_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/simon/0404_davis_coletiva_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
Simon substitui Gasquet e encara Monaco na sexta
04/04/2013 às 11h53
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/simon/0404_davis_coletiva_int.jpg" title="Simon fará o jogo de fundo no primeiro dia da série" />

Simon fará o jogo de fundo no primeiro dia da série

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Buenos Aires (Argentina) - Em cima da hora a equipe francesa surpreendeu e anunciou a substituição de Richard Gasquet por Gilles Simon, que fará o jogo de fundo nesta sexta-feira contra o argentino Juan Monaco. Os responsáveis por abrir a série serão o local Carlos Berlocq e o número 1 francês Jo-Wilfried Tsonga.

Um dos principais nomes argentinos, David Nalbandian, ficou guardado apenas para o sábado, quando entra em quadra ao lado do compatriota Horacio Zeballos na partida de duplas contra os franceses Michael Llodra e Julien Benneteau. Esta tática também foi usada contra a Alemanha na primeira rodada da Copa Davis.

Apesar da experiência e da capacidade técnica, Nalbandian fica poupado do primeiro dianão só para entrar fresco nas duplas, mas também para poder jogar o último dia da série, caso seja necessário. Contra os alemães, Nalba só fez o jogo de duplas que fechou o confronto e não precisou entrar em ação no domingo.

Contudo, a equipe francesa deve exigir bem mais dos "hermanos". Abrindo a série, Tsonga e Berlocq irão duelar pela primeira vez, ao passo que Simon empata com Monaco no retrospecto, com três vitórias para cada lado. Só que quando os respectivos líderes de suas equipes foram se enfrentar, no domingo, Tsonga defende invencibilidade de três duelos com Monaco.

No outro embate do último dia, Simon leva a melhor contra Berlocq, somando quatro triunfos e apenas dois resultados negativos. Caso Nalbandian pinte no lugar do compatriota, seu retrospecto contra o número 2 francês é positivo, tendo vencido no saibro do Brasil Open de 2012 e no piso duro de Washington, dois anos atrás, e perdido apenas quando duelaram na França, em 2010, na segunda rodada de Montpellier.

Últimas notícias
Comentários