Notícias > Dia a dia
A-  A+
'Foi um dos melhores dias que tive', comemora Bia
27/02/2013 às 07h00

creditoPor Felipe Priante

Florianópolis (SC) - Responsável pela primeira vitória brasileira no WTA de Florianópolis, a paulista Bia Maia não se contentou com o feito e fechou a terça-feira com um novo resultado positivo, desta vez nas duplas. Ao lado da também paulista Carla Forte, ela superou as argentinas Mailen Auroux e Maria Irigoyen, deixando as quadras da Federação Catarinense de Tênis toda empolgada.

"Estou muito feliz, é um dos dias mais felizes que tive que tive em uma quadra de tênis", disparou Bia logo no começo da coletiva, ainda suada da recém-terminada partida de duplas. "Principalmente pela vitória de simples, onde estava o Larri (Passos) e o Guga  do lado. Foi uma grande sensação positiva", acrescentou a promessa de apenas 16 anos.

Apesar do ar exultante, a jovem paulista mostrava sua preocupação com o descanso para o próximo dia, uma vez que seu confronto de duplas foi o último desta terça-feira a acabar e na quarta ela encara outra rodada dupla, com simples por volta das 12h30. A rival de Bia será a húngara Melinda Czink, algoz da cabeça de chave número 2, a cazaque Yaroslava Shvedova.

"Vai ser bem diferente de hoje, a bola dela (Czink) vi ser mais rápida e chapada do que hoje, quando a bola vinha mais alta e lenta", avaliou Bia, que superou a norte-america Chieh-Yu Hsu em sets diretos, com imponentes 6/1 e 6/2. Para a paulista, o estilo de jogo da adversária, mais baseado na boa movimentação do que em golpes potentes, ajudou-a na conquista da vitória.

Contudo, ela sabe que este triunfo não veio fácil. "Treinei bastante para isso e o dia acabou sendo perfeito. Consegui ficar constante e aproveitei todos os pontos. Ela não tinha tanta força, mas corria em todas as bolas", comentou a promessa nacional. Com apenas essa vitória irá subir mais de 150 posições no ranking.

Sobre a dupla, que fechou com chave de ouro sua participação nesta terça em Floripa, a atleta de 16 anos se soltou. "Sempre prefiro simples, mas gosto da dupla porque é um jogo mais extrovertido, ainda mais para mulher, que é meio perdida na rede. Ainda mais eu", brincou Bia, que logo depois de deixar o local de competições, por volta das 22h, tem como foco o máximo descanso possível, embora tenha admitido que levaria pelo menos mais duas horas para conseguir dormir.

comentariosCOMENTÁRIOS