fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Feliciano Lopez, Alex Corretja, Nicolas Almagro Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Feliciano Lopez, Alex Corretja, Nicolas Almagro Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Feliciano Lopez, Alex Corretja, Nicolas Almagro tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/copa_davis/corretja_sentado_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/copa_davis/corretja_sentado_int.jpg" />
Notícias | Copa Davis
'Feliciano não mediu palavras', diz Corretja
20/11/2012 às 15h58
Publicidade
Publicidade
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Madri (Espanha) - A discussão sobre a escalação feita por Alex Corretja na final da Copa Davis ainda não terminou. O capitão espanhol deixou claro que não se arrependeu de sua escolha, preterindo Feliciano López, que revelou à imprensa ter ficado triste.

"Felicano não mediu suas palavras. Falei com ele privadamente. Essas coisas ficam dentro do grupo. Se ele estiver disposto a vir, seguiremos contando com ele. Quem quiser jogar, as portas estarão abertas. Quem não quiser, que não venha", afirmou Corretja à Rádio Marca.

Experiente e com retrospecto positivo contra os tchecos, López esperava ser o número 2 da Espanha na final. O veterano chegou a fazer parte da equipe, mas Corretja decidiu permanecer com Almagro, que acabou perdendo seus dois jogos no confronto.

"Eu teria repetido 100%. Os quatro que jogaram são os que considerávamos mais preparados. Não acredito que errei nisso", reiterou Corretja. O capitão também disse que não gostou da atitude de López de levar o assunto à imprensa.

Porém, López não acha que suas declarações interferiram na derrota espanhola. "Minhas palavras jamais prejudicaram a equipe porque todos somos companheiros e amigos. Temos que saber perder. Não vencemos porque os tchecos foram melhores, mas lutamos por cada ponto até o final. Fomos um time na derrota também", afirmou.

Comentários