fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nicolas Lapentti, Carlos Moya, despedida Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nicolas Lapentti, Carlos Moya, despedida Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Nicolas Lapentti, Carlos Moya, despedida tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/outros_assuntos/moya_lapentti_premios_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/outros_assuntos/moya_lapentti_premios_int.jpg" />
Notícias | Top Spin
Lapentti supera Moyá na exibição em Quito
28/10/2012 às 18h22
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/outros_assuntos/moya_lapentti_premios_int.jpg" title="" />
fiogf49gjkf0d

Quito (Equador) - Em tarde ensolarada na capital equatoriana, Nicolás Lapentti superou neste sábado o espanhol Carlos Moyá no Jogo de Mestres, de virada, com parciais de 3/6, 6/3 e 10-8, em uma hora e 30 minutos, no Club Buena Vista. Moyá, campeão de Roland Garros em 1998, chegou a ter 4/1 de vantagem no set inicial e ganhou o primeiro set por 6/3. Apoiado por mais de mil espectadores, o equatoriano iniciou a reação e empatou o jogo por igual placar, fechando com um ace.

No desempate pelo 'match tiebreak', bastante acirrado, Lapentti converteu o segundo match point com excelente voleio, que Moyá devolveu na rede, dando a vitória ao ídolo equatoriano.

"Espero que tenham gostado porque eu achei genial", disse Carlos Moyá na cerimônia de premiação. "Me aposentei há dois anos do circuito e depois de tantos anos, uma vez mais o tênis me dá a oportunidade de seguir jogando e de visitar países que antes no havia conhecido como agora o Equador."

"Nico me convidou muitas vezes, mas o calendário não me permitia vir. Para mim é um orgulho poder estar aqui na despedida de Lapentti em Quito. Foi ótimo", agradeceu Moyá.

Sob os gritos de "Nico, Nico", Lapentti recebeu o troféu das mãos de seu pai. "Quito sempre foi um lugar muito especial para mim, este clube é minha segunda casa, já que quando tinha 11 anos vivemos em Quito por alguns anos e aqui jogamos muitas Copa Davis, que lembro com muito carinho. Hoje foi um  dia bastante especial, que nunca esquecerei. Quero agradecer a Carlos (Moyá) por estar aqui. É lindo jogar esta partida com um excelente amigo. Estou muito emocionado. Também quero agradecer a meu pai, que foi e é o pilar mais importante de minha vida", concluiu Nico.

Últimas notícias
Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis
ProSpin
Wilson
Raquete Mania
Paulistana