Notícias > Dia a dia
A-  A+
Bellucci perde logo na estreia e se complica de vez
27/02/2012 às 21h59

Acapulco (México) - O início de temporada de Thomaz Bellucci já toma ares de drama. O número 1 do Brasil não conseguiu sequer passar da estreia no ATP 500 de Acapulco, onde foi semifinalista no ano passado, ao cair diante do espanhol Marcel Granollers, por 6/4 e 6/2, em jogo que durou 1h30.

Com mais esse resultado frustrante, há chance real de o canhoto paulista aparecer fora da faixa dos top 50 do ranking já na próxima segunda-feira. Ele aparece nesta semana no 49º posto, sua mais baixa classificação desde julho de 2009, já que os pontos de Acapulco foram retirados antecipadamente pela diferença de calendários. Dois ou até três tenistas podem ultrapassá-lo conforme suas campanhas em Delray Beach e Acapulco.

Até agora, a única campanha de destaque de Bellucci foi em São Paulo, quando o apoio maciço da torcida lhe deu duas vitórias e a semifinal no Ibirapuera. Antes disso, ele havia caído na estreia de Viña del Mar e na segunda partida de Auckland e Australian Open. Portanto, soma agora cinco derrotas em nove partidas disputadas.

Diante de Granollers, número 28 do ranking aos 25 anos, Bellucci esteve praticamente o tempo todo atrás do placar. Perdeu o serviço pela primeira vez logo no terceiro game, mas se recuperou em seguida e virou para 3/2. Foi só. Com seu estilo agressivo, mesmo sobre o saibro, Granollers voltou a tirar o saque do brasileiro e fechou a primeira série.

A história se repetiu no início do outro set e Bellucci sofreu nova quebra no terceiro game. Pior ainda, voltou a falhar no quinto e aí deu uma vantagem folgada de 5/1 para o adversário. O máximo que conseguiu foi marcar o segundo game, mas jamais encontrou nova oportunidade na partida. A última vez que Thomaz derrotou um adversário no top 50 foi há nove meses.

Bellucci só deve retornar ao circuito para o Masters de Indian Wells, onde já tem vaga garantida na chave principal e defende 45 pontos. Depois, jogará o Masters de Miami, onde caiu logo na estreia no ano passado. Apesar de a quadra sintética não ser seu forte, o brasileiro terá ao menos uma oportunidade de recuperar pontos.

Nas outras partidas que abriram o torneio, o alemão Florian Mayer justificou a condição de cabeça 5 e tirou o quali argentino Facundo Bagnis, por 6/2 e 6/4. Ele enfrenta nas oitavas o espanhol Pablo Andujar, responsável pela queda do também argentino Leonardo Mayer, 7/6 (7-5) e 6/3. Já o italiano Potito Starace eliminou o compatriota Alessandro Giannessi, 6/2 e 7/5, e pode ser o adversário do cabeça 3 Gilles Simon.

comentariosCOMENTÁRIOS