Instrução | Equipamento
Como conservar o seu equipamento
Por Fabrizio Tivolli
26/01/2009 às 14h20
instrucao/equipamento/sacolas_raquetes_tenis_int_instr.jpg

Nas matérias anteriores, aprendemos muito sobre praticamente todos os equipamentos do tênis. Tão importante quanto possuir a gama de produtos própria ao jogo de cada um, a conservação correta desses itens torna-se algo muito importante a acrescentar no conhecimento de um tenista, podendo também acarretar em resultados diretos em quadra.

Como veremos a seguir, há uma série de medidas e cuidados que um tenista deve tomar com relação ao seu equipamento, a começar pelas raquetes. Primeiramente, o cuidado mais importante é que o tenista nunca deve deixar sua raquete em um local com demasiado calor, mesmo que dentro da raqueteira (porta-mala de carro, etc) pois o calor exerce uma ação muito forte na integridade da raquete, podendo até quebrá-la. Portanto, se você trabalha e leva as raquetes no carro, procure deixá-lo em local onde haja o mínimo possível de calor, mas saiba que o risco permanece, principalmente agora que estamos no verão.

No caso das cordas, a preocupação com a temperatura continua, mas não apenas com o calor, mas com a fragilidade dos materiais que compõem as cordas. A variação de temperatura (noite/dia e frio/calor) faz as cordas se expandirem e retraírem, o que baixa drasticamente a tensão das cordas (no calor, esse efeito é maior). Por isso, é de extrema eficiência que as raquetes fiquem em raqueteiras com compartimento térmico e, se possível, separadas em um saco plástico específico, o que ajudará a "isolar" as raquetes das mudanças climáticas.

Importante: As cordas em tripa natural são as mais frágeis com relação ao clima, sobretudo na umidade, apesar de serem as melhores cordas em qualidade de multifilamentos.

As bolas de tênis também merecem uma atenção especial, obviamente. Nas viagens que fazemos, é comum deixarmos as bolas soltas, em contato com a umidade, e principalmente perdendo a pressão adequada para uso. Por isso, além de deixá-las devidamente separadas de itens que possam umidecê-las, é de grande valia o uso de pressurizadores específicos para bolas de tênis, pois após abertas é o único item que garantira que elas continuem sob pressão.

Os demais acessórios como overgrips, cushiongrips, podem ser armazenados nas próprias embalagens de fábrica ou em pequenos recipientes, muitas vezes improvisados pelos tenistas. Para os calçados, não há nada relevante, mas, para os mais cuidadosos, é aconselhável usar o compartimento específico existente na maioria das raqueteiras, pois normalmente são arejados. No verão, transpiramos mais e, com o calor que se acumula nos pés, sabemos o resultado!

Podemos concluir que a boa conservação de nosso equipamento pode não apenas prolongar a vida útil de nossos produtos, mas também interferir na integridade e, consequentemente, rendimento direto em quadra. Por isso, procurem dar a atenção adequada principalmente às raquetes e cordas, evitando assim surpresas desagradáveis.

Muito obrigado, abraços e até a próxima.

Fabrizio Tivolli foi o encordoador oficial do Brasil Open; atuando também em torneios estaduais e brasileiros. Formado em encordoamento e análise técnica de raquetes por Lucién Nogues na convenção Babolat. É técnico e consultor de equipamentos tenísticos; encordoador e proprietário da Tivolli Sports; de Alphaville. Escrevendo sobre equipamentos também para a Federação Paulista. Encordoador oficial do Australian Open 2017.

fabrizio@tivollisports.com.br
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis