Instrução | Melhore seu jogo
Passos de ajuste e trabalho de pés
Por Gabe Jaramillo
13/07/2015 às 10h49

Bata na bolinha sempre no ponto doce! 

Estes são comprovadamente os melhores exercícios para melhorar seu trabalho de pés para sempre estar na posição certa para executar os golpes. Quando bem executados a melhora é grande e através de repetições, a habilidade dura para sempre. Treine o mesmo movimento, aumentando o volume gradualmente para criar memória muscular.

Usando estes exercícios 15 minutos por dia, vai ajudar o jogador a melhorar seu trabalho de pés usando ajustes antes de preparar o golpe: isto vai ajudar a conseguir melhores golpes em uma base mais consistente. A razão principal de se perder um golpe é estar for a de posição: os pequenos, rápidos passos que os jogadores dão para seguir a bolinha e conseguir uma distância adequada da bolinha ajuda o jogador a ser mais preciso para otimizar o ponto de contato. Pegar a bolinha no ponto doce mais frequentemente proporcionará mais controle e melhor sensação.

No tênis de hoje, jogadores movem-se de forma mais explosiva, com passos mais poderosos para golpear a bolinha, mas quando desaceleram para executar o golpe, eles precisam estar na posição certa para golpear a bola na sua zona de força.  Isso só pode ser conseguido usando passos de ajuste.


VANTAGENS

Os jogadores dão passos largos para chegar na bola e pequenos passos de ajuste antes de golpear a bola

Passos de ajuste ajudam o jogador fazer a transição do acompanhamento da bolinha ao momento antes da preparação do golpe.

Aqueles pequenos passos antes da preparação são dados com velocidade e controle.




Passos de ajuste ajudam a ganhar a distância apropriada da bola.
A distância adequada da bola para o contato é determinada pelo grip.
O espaço para o contato não pode ser muito longe ou muito perto do corpo.



Passos de ajuste ajudarão você a conseguir golpes superiores, fazendo o contato com a bola no ponto doce com m ais frequência.

Os pequenos e rápidos passos vão ajudar o jogador a se ajustar ao spin e quique da bola, para fazer um contato apropriado.

O jogador corre para alcançar a bola, mas ao desacelerar os passos de ajuste ajudam a obter o melhor ponto de contato.



EXERCÍCIOS


DRILL 1

Objetivos:

Mexer-se lateralmente em relação à bola, tentando otimizar o espaçamento.

Execução:

- O jogador começa do centro da linha de base;

- O técnico lança bolas para o lado para garantir que o jogador tenha de dar alguns passos longos, e desacelerar com passos curtos antes de fazer a preparação do golpe;

- Depois de golpear, o jogador retorna ao centro da linha de fundo;

- A progressão recomendada é fazer primeiro 10 forehands, depois 10 backhands e depois alternar um forehand e um backhand 10 vezes;




DRILL 2

Objetivos:

Mover-se para a frente vigorosamente em direção à bola para conseguir a distância adequada da bola.

Execução:

- O jogador inicia no centro da linha de fundo;

- O treinador lança a bola curta, forçando o jogador a ir para a frente, o jogador tem de controlar a aceleração cm passos curtos e a desaceleraçãocom passos rápidos de ajuste;

- Depois de golpear a bola, o jogador volta ao centro da linha de fundo;
A sequência é a mesma do drill 1.

 


DRILL 3

Objetivos

Movimentar-se para trás em posição defensive usando os passos de ajuste para obter distância e equilíbrio para executar o golpe.

Execução

- O jogador começa no centro da linha de fundo;

- O treinador lança a bola fundo, forçando o jogador a se movimentar para o lado e para trás. A ênfase continua a ser nos fortes e largos passos no início e passos curtos antes da preparação do golpe;

- Depois de golpear fundo, o jogador volta ao centro da linha de fundo;

- A sequência é a mesma do  drill 1, 10 bolas no forehand, 10 bolas no backhand e alternando forehands e backhands 10 vezes. 

 

DRILL 4

Objetivos

Combinação de todas as possibilidades enquanto movimentando-se e preparando para executar o golpe.

Execução

- O jogador inicia no centro da linha de fundo;

- O treinador joga a bola alternando lateralmente, para frente e para trás, e também alternando as diferentes batidas, forehands e backhands;

- O jogador deve voltar ao centro da linha de fundo a cada golpe.

Gabe Jaramillo treinou 8 jogadores que chegaram ao número 1 e 26 que figuraram no top 10, como Agassi, Courier, Sampras, Seles, Sharapova, Nishikori, Haas, Lisicki e André Sá, indo a todos os Grand Slam. Trabalhou com Nick Bolletieri de 1985 a 2009. Atualmente é diretor do Club Med Academies, na Flórida. Desenvolveu o Método de Treinamento Periodizado.
www.gabejaramillo.com

info@gabejaramillo.com
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis