Instrução | Saúde
Entenda como câmara hiperbárica ajuda na lesão
Por Dr. Caio Pazziani
29/08/2011 às 14h20
instrucao/topspin/camara_hiperbarica.bmp

Olá amigos do TenisBrasil, estamos aqui para falar um pouco do tratamento fantástico que o Novak Djokovic realiza. A princípio, parece se tratar de um tratamento milagroso, algo da Nasa, mas embora não tão simples, é de fácil aplicabilidade. Vamos lá tentar entender.

O jogador teve uma lesão, na final do Masters 1000 de Cincinnatti, onde se diagnosticou uma lesão no manquito rotador (um dos principais músculos que estabilizam o complexo do ombro). O processo inicial se dá por uma inflamação em seus tendões, até podendo chegar a lesão muscular, no ventre do músculo.

O tratamento convencional que realizamos consiste em, primeiramente, combater a inflamação o mais rápido possível, com alguns recursos, tais como gelo, aplicação de recursos como ultrassom terapêutico, laser. Os objetivos são a vaso constrição periférica, a não liberação de agentes inflamatórios no organismo e até mesmo o auxílio no processo de recicatrização do tecido lesado.

Já a câmara hiperbárica é onde o atleta entra e sofre pressões 2.0 a 3.0 Atm absoluta, o que representa pressões de cerca de 1.520 mmHg a 2.280 mmHg. Esse tratamento é de alto custo e muito difícil de ser encontrado.

Com a sua utilização, podemos obter alguns efeitos no organismo tais como:

1 - Vasoconstrição sistêmica sustentada (terapia anti-inflamatória) que auxilia na não liberação de agentes inflamatórios no sistema;

2 - Oxigenação de tecidos previamente isquêmicos (terapia anti-inflamatória) Melhora no processo de cicatrização, assim levando mais hemoglobinas à área lesionada;

3. Potencialização da capacidade fagocitária de glóbulos brancos (terapia anti-inflamatória). Aumento no tempo de ação antiinflamatória;

4 - Estímulo e suporte da produção de fibroblastos e de colágeno, acelerando e garantindo a granulação (auxílio no processo de cicatrização). Aceleração do tempo de cicatrização de tecidos;

5 - Neo-vascularização (auxílio no processo de cicatrização), a criação de novas rotas de aporte sanguíneo na área necessitada.

Dr. Caio Pazziani - Fisioterapeuta especializado em atendimento de tenistas com formação em Biomecânica e atuação Internacional em torneios da ITF.
Maiores informações (11) 96365.8137
Twitter - @cpazziani
Fan Facebook Page - Equipe de Fisioterapia Esportiva Caio Pazziani

c.pazziani@hotmail.com
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis