TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Davis reflete nossa realidade
Por Chiquinho Leite Moreira
abril 9, 2018 às 3:10 pm

Desta vez, a equipe brasileira da Copa Davis nem sequer chegou ao playoff do Grupo Mundial. É a pior campanha desde os tempos do boicote. Mas antes de se fazer a caça as bruxas, a realidade é que este resultado diante da Colômbia nos leva a refletir sobre o atual nível do tênis brasileiro. Estamos sem nenhum jogador no masculino entre os cem primeiros da ATP, ou seja, para termos representantes nos Grand Slams, muito provavelmente iremos depender dos qualifyings.

É claro que numa situação dessas não se pode preterir de seus melhores tenistas. Mas também não sei se o resultado seria diferente com Rogerinho Dutra Silva e Thomaz Bellucci na equipe. Sinceramente não gosto e nem mesmo vejo como saudável para o tênis brasileiro viver esta situação. O capitão João Zwetsch precisa aparar as arestas e manter um bom clima entre todos os tenistas do País. E para não dizer que não falei das flores fica difícil entender o motivo pelo qual Guilherme Clezar jogou no primeiro dia e João Sorgi pegou a batata quente no último. Nada, porém, vai mudar o resultado e o momento é de reflexão.

Pelo que vi a CBT não nega apoio à equipe. Pelas imagens da TV, o banco brasileiro estava repleto. Tinha gente suficiente para cuidar de tudo. O que será que falta?

Um bom exemplo foi dado pelo duplista Marcelo Melo. No alto de sua liderança no ranking mundial, ele não colocou obstáculos para viajar a Barranquilla, jogando no cimento, no início da temporada do saibro. Ao lado de Marcelo Demoliner conquistou um ponto importante e super difícil, pois a dupla formada por Sebastian Cabal e Roberto Farah é, sem dúvida, uma das melhores do tour.

Outro exemplo veio lá de cima. Incrível o empenho e dedicação de David Ferrer, com 36 anos, lutando por quase cinco horas para levar a Espanha às semifinais do Grupo Mundial. Sem contar com a intensa participação de Rafael Nadal dentro e fora da quadra.

 


Comentários
  1. Diego Chaves

    Thiago monteiro dando pancada do gundo, com slice sofrivel e ir a rede nem pensar. Clezar idem, bellucci e rogerio tb. O Brasil, como sempre, ta muito atrasado…vao ganhar d ng

    Responder
  2. Carmelo Jordão

    Você tem razão Chiquinho, tirando a dupla que sempre se destaca os outros…..eitâ povinho sem expressão, bunda!
    Só surge jogador bunda no Brasil!
    Carmelo

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Carmelo, por favor, vc pode retirar estes termos agressivos de seu comentário. Até temos de concordar com sua opinião, mas a ideia não é agressividade. Enfim, confio no seu bom senso

      Responder
      1. Renato

        Chiquinho. Não adianta radicalizar claro inclusive nas palavras. Mas esse pessoal q está aí tem q ser ignorado por sua mediocridade. Chega deles! Vão estudar, trabalhar em outra área, dar aulas, menos representar o país. Ah vc saberia informar onde esses jogadores de nível sofrível conseguembrecursos pata viajarem tanto?

        Responder
  3. Luiz Mauricio

    Poucos clubes, inexistência para diversas classes sociais, poucos treinadores de qualidade e para finalizar sem gestão. Infelizmente a midia e a nossa cultura estão apontadas para o futebol e sua mediocridade latente e violenta. Vivemos de alguns poucos heróis do passado. O desafio é valorizar esse belo esporte, fascinante, físico e estratégico. Hora da virada?

    Responder
  4. claudio

    Bom dia Chiquinho , sempre leio teu blog , admiro suas colocações , seus comentários sempre muito pertinentes , contudo acredito que você deva “moderar”melhor as pessoas que aqui comentam seus posts , nesse caso esse cidadão Carmelo de uma falta de educação jamais vista , acaba de chamar nossos tenistas de “bunda” quem é ele? sabe o que de tênis? que formação ele tem? , um cidadão que jamais merecia ser ouvido, e você acaba de dar a ele a palavra , creio sim que deva ter passado desapercebido por você , quero deixar aqui meu apoio a todos os tenistas que lá estavam que tenho a certeza que deram tudo de si para melhor representar o Brasil , e sei o quanto é duro e sofrido a rotina de um tenista , principalmente para chegar no nível daqueles que lá estavam , obrigado pelo espaço

    OBS: Carmelo olha no espelho , tenho certeza que vais sentir vergonha

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Obrigado pela sua participação. Vou excluir o comentário citado. Mas como vc referiu-se a esta pessoa no final terei de abrir espaço para uma resposta dele, que se vier em termos decente será publicada… sem palavrões etc e tal

      Responder
  5. Emerson

    Pelo pouquissimo que acompanho do tenis, acho que o Karue Sell em breve( julho de 2019) estara entre os top 100. O que voces acham desse jogador?

    Responder
  6. Rodrigo Cunha de Oliveira

    É triste ver o nosso tênis, um esporte espetacular, aí olhamos para a Vizinha Argentina e deparamos com del potro e companhia , entre os 50 está no mínimo 5 argentinos . Aqui não temos planos de estimular o esporte, vou ficar por aqui , se comprarmos com Espanha ou EUA aí vai ser doloroso, abraço.

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>