Tag Archives: Clara Burel

Título do Junior Masters leva francesa ao número 1
Por Mario Sérgio Cruz
outubro 29, 2018 às 11:08 pm

Campeã da quarta edição do ITF Junior Masters, a francesa de 17 anos Clara Burel teve mais uma boa notícia nesta segunda-feira ao assumir a liderança do ranking mundial juvenil da ITF. O título pôs fim à uma incômoda sequência de vice-campeonatos a Bruel, que havia perdido as finais do Australian Open, do US Open e dos Jogos Olímpicos da Juventude, há apenas duas semanas, em Buenos Aires.

Brandon Nakashima e Clara Burel venceram a quarta edição do evento em Chengdu (Foto: Paul Zimmer/ITF)

Brandon Nakashima e Clara Burel venceram a quarta edição do evento em Chengdu (Foto: Paul Zimmer/ITF)

“É o meu primeiro troféu este ano. Tive algumas finais difíceis e tem sido muito doloroso para mim perder todas as vezes na final, por isso estou muito feliz por colocar as mãos neste troféu”, disse Burel após a conquista do título no último domingo, na cidade chinesa de Chengdu.

Burel ultrapassou a canhota chinesa Xiyu Wang, então líder do ranking, e que sequer pôde disputar todas as partidas da fase de grupos, por conta de lesão em uma das costelas. Embora ainda tenhta idade para disputar torneios juvenis por mais uma temporada, já que só completará 18 anos em março de 2019, o foco da francesa passa a ser subir no ranking da WTA, onde aparece nesta segunda-feira no 611º lugar. “Ganhar um título me dará muita confiança nos próximos meses e por jogar profissionalmente”.

A respeito da final, em que venceu a colombiana de 16 anos Maria Camila Osorio Serrano por 7/6 (8-6) e 6/1, a francesa comemorou o resultado e o espírito de luta, embora o desempenho não tenha agradado. “Eu não joguei meu melhor tênis. Camila estava jogando muito bem no primeiro set e eu só tinha que tentar encontrar o meu caminho e lutar por cada bola”.

Superada por Burel na decisão, Osório Serrano tentava ser a primeira sul-americana a vencer o torneio. Quarta colocada no ranking juvenil, a colombiana reiterou seu desejo de um dia se tornar a número 1 do tênis mundial, algo que já havia dito em entrevista ao TenisBrasil durante a Copa Paineiras, em março.

“Estou feliz com o que fiz esta semana, mas tenho que continuar trabalhando cada vez mais para ser a número 1 do mundo, não entre as juvenis, mas no ranking da WTA”, disse Osório Serrano, que é treinada pelo ex-top 50 Alejandro Falla.

“Estou ficando melhor. Eu estou melhorando meu saque, nos golpes e meu backhand. Talvez eu esteja me movimentando melhor também -não hoje, mas em geral- e esta semana realmente me ajudará daqui para frente. A coisa boa no tênis é que há sempre outro torneio para voltar minhas atenções e eu farei isso depois de uma semana inacreditável”, complementou a colombiana.

A liderança no ranking masculino permanece nas mãos do taiwanês Chun Hsin Tseng, que foi campeão de Roland Garros e Wimbledon este ano e repetiu a façanha de Gael Monfils em 2004. Finalista em Chengdu, Tseng não confirmou o favoritismo e perdeu por 6/2 e 6/1 o norte-americano de 17 anos Brandon Nakashima.

Primeiro norte-americano a vencer o torneio, Nakashima tinha como principal resultado na temporada juvenil até então o ITF G1 na grama de Roehampton, disputado na semana anterior a Wimbledon. Ele destacou a solidez de seu jogo e controle emocional para vencer o líder do ranking mundial da categoria.

“Eu apenas tentei me manter sólido no meu lado da rede, para ter certeza de reduzir os erros e jogar cada ponto com alta intensidade”, disse Nakashima, que salta do 13º para o quinto lugar do ranking da ITF. “Eu tento ficar o mais calmo e calmo possível durante a partida, sem demonstrar muita emoção. Eu acho que isso é um verdadeiro trunfo para mim”.