O tenista perfeito
Por José Nilton Dalcim
6 de fevereiro de 2019 às 18:15

Provavelmente, vocês viram o perfil do ‘tenista perfeito’ da atualidade que o próprio Roger Federer traçou durante entrevista ao jornal australiano Herald Sun.

Para quem não leu, a seleção de Federer foi:
Melhor primeiro saque: Karlovic ou Isner
Melhor segundo saque: Isner
Melhor voleio: Rafa
Melhor backhand com slice: Federer
Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
Melhor forehand: Nadal
Melhor smash: preferiu não responder

Sei logo de cara que existem itens controversos. Faço aqui minha lista e quero ouvir a de vocês:
Melhor primeiro saque: Karlovic
Melhor segundo saque: Isner
Melhor voleio: Federer
Melhor backhand com slice: Federer
Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
Melhor forehand: Del Potro
Melhor smash: Nadal
E acrescento:
Melhor devolução: Djokovic
Melhor jogo de pernas: Nadal
Melhor contragolpe: Djokovic
Melhor ‘mão’: Federer

E como é bem provável que me perguntem, vai também o meu ‘tenista perfeito’ da Era Profissional:
Melhor primeiro saque: Karlovic
Melhor segundo saque: Sampras
Melhor voleio: Becker
Melhor backhand com slice: Federer
Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
Melhor forehand: González
Melhor smash: Sampras
Melhor devolução: Djokovic
Melhor jogo de pernas: Nadal
Melhor contragolpe: Djokovic
Melhor ‘mão’: Federer


Comentários
  1. Kennys

    Federer de 2017 perdeu pra quem durante o ano? Federer de 2018 e 2019 perdeu pra quem? Claro que não foi só para o Djokovic; em Wimbledon, Us Open e AO ele nem enfrentou o Djokovic. Então vamos ser sinceros, a queda do Federer em 2018 e início de 2019 não foi por conta do Nole, e sim pq seu tênis caiu de produção, e claro a idade pesa muito. Sobre 2017, primeiro semestre, o Federer não bateu o Djokovic pq esse não teve competência de chegar longe nos torneios e só parou em julho, em Wimbledon. Lembrando que o Nole só tem 3 vitórias a mais que o Federer e com 6 anos a menos de idade. Claro que hoje o Nole é melhor que o Federer, no momento, mas temos que levar em conta a idade, daqui a 3 anos a nova geração estará vencendo-o (Djokovic) ainda com mais facilidade, pois a idade vai pesar muito pra ele.

    Responder
  2. jonatas bruno

    Interessante as impressões do Federer, Dalcim e todos por aqui. Tendo a concordar com o que pensa a maioria. Gostaria de citar algumas das minhas…

    Melhor primeiro saque: Considero o Federer, pois os gigantes penam quando enfrentam sólidas devoluções. O suíço também é mais constante em colocar o primeiro serviço.

    Melhor smash: Fico com o Sampras, a sua segurança era tão grande que não raras vezes saltava à là Magic Johnson. O cara era incomparável neste sentido!

    Melhor devolução: Fico com o Agassi por uma mínima diferença, ao também excelente padrão de Djokovic. Em sua época, era muito mais difícil devolver, pois a constituição das bolas e pisos da época, facilitava a vida dos grandes sacadores de sua geração. Além disso, impunha pressão o tempo em seu compatriota mais ilustre, a ponto de Sampras preferir dar dupla falta do que dar ritmo ao Agassi com as suas passadas milimétricas.

    E por fim, uma curiosidade…
    Dalcim, e quem seria na sua opinião o melhor saque e voleio?
    Eu arriscaria o Dustin Brown, embora saiba de sua inconsistência em trabalhar com o que tem de melhor.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      No tênis de hoje, ele ou o Mischa Zverev, que sobe até no segundo saque. De todos os tempos, aí seria uma tarefa muito difícil… McEnroe?

      Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        Se me permite a intromissão, Dalcim. A Semi do USOPEN 90 nos leva ao grande duelo entre McEnroe e Sampras. Acho que não deixa nenhuma margem de dúvidas . ABS !

        Responder
          1. Sérgio Ribeiro

            O Big Mac tinha 31. Que tal Federer x Tsitsipas, Zverev, Khachanov, Shapovalov… rs Deixa então Sampras como melhor Sacador e McEnroe como Voleador rsrsrs Abs

      2. jonatas bruno

        Não cheguei a pegar a época do McEnroe, mais precisamente em 1997 com a ascensão meteórica do Guga. Falando no Mc, há alguns meses pude assistir alguns de seus feitos no Youtube pelo canal Raz Ols. No vídeo em questão, publicou uma compilação dos 10 maiores da história (segundo o canal). E o primeiro quem foi? Justamente o próprio! Um destes”acontecimentos” no penúltimo mostrado foi um primor de resolução, técnica e colocação!!!
        Aproveitando o vídeo citado,teve o lance memorável do Sampras vs Agassi em que o primeiro até sangrou para executar o voleio que exigiu muita elasticidade. Impagável a cara do Agassi!
        Lembra deste lance, Dalcim?
        Detalhe: Sampras foi considerado o segundo melhor saque e voleio.

        Responder
    2. Marcos

      Jonatas o smash do Sampras era/é sem igual. Ele pulava muito alto- ás vezes até no contra pé – e executava o golpe como uma cortada no volei. Parecia que nem tinha uma raquete na mão.

      Responder
  3. Sônia

    Dalcim, bom jogo entre o Cecchinato e o Garin, gostei. Não conhecia esse Garin, creio que no saibro, promete. Voce apostaria no Garin ou no Jarry em termos de sucesso no saibro (futuro)? Beijos.

    Responder
  4. Fernando Alcoragi

    Muito legal Dalcin.
    Ainda acho que o Becker era meio canastrão e “mergulhava” para plateia.
    Stan voltando hein ! Viu a vitória der hoje sobre o Raonic ?
    Abraço

    Responder
  5. Luis

    Sempre este papo que a padronização dos pisos prejudicou o suíço…
    Em primeiro lugar, ele juntamente com o Nadal foi a favor (pra não dizer uma palavra mais forte) da mudança, segundo as palavras do Tsonga (http://www.tenisnews.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=20236).
    E em segundo lugar, acho que isso fazia todo o sentido para os dois, na época. Pro Nadal os motivos são óbvios e pro Federer, com certeza, ele via que podia manter o alto nível com as quadras mais lentas, tanto que tá aí até hoje, e ainda seria beneficiado com um menor período de adaptação entre os torneios.
    E concordo com o colega Kennys: sim, hoje ele já poderia ter uns 25 slams, o único problema é que um tal sérvio resolveu acabar com a brincadeira dos dois…

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa, Luiz . O que interessa o que diz Tsonga ? A maioria dos Tenistas queria a padronização. Simples assim. Mas o retrospecto do Suíço nas mais rápidas fala por si. No mínimo Heptacampeão. Um certo Sérvio precisou esperar o Velhinho chegar quase aos 37 para finalmente vencer em Cincy. Não sem antes ter de aturar o Titio voltar ao N 1 na mais que rápida Roterdã rsrsrs. Abs!

      Responder
    2. Kennys

      Não disse que ele não foi a favor, acredito que muito mais pelo cargo que possuía junto aos colegas, já que a maioria era a favor. Isso não significa que ele não foi prejudicado, é só comparar os anos de 2004 – 2007 com os anos de 2008-2011. Essa padronização o prejudicou em muito, pois os pisos ficaram mais lentos e tbm precisava-se menos de adaptações, o que favorecia os jogadores mais mecânicos do que técnicos. Mas mesmo assim ainda continuou sendo um super-campeão, vencendo siga 8 Grand Slans.

      Responder
  6. Gabi

    Luiz Fernando,

    rs. Boa! A minha lista de quem levaria uma bela de uma tacada na cabeça é muito grande, e não começaria no Coxa.

    (Que coração peludo né?! Rs)

    Responder
  7. samuel

    Prezado Dalcim,

    Saindo do assunto, mas a título de curiosidade:
    Nos impressionamos com a existência de dois jogadores com o nome de João Sousa/Souza no ranking da ATP, o português João Sousa e o brasileiro João Souza.
    Coincidência maior acontece no ranking da WTA em que estão relacionadas três jogadoras russas com o mesmo nome: Ekaterina Makarova, nascidas em 07/06/1988, 15/02/1996 e 16/07/2001.
    Outro fato interessante foi a existência de três jogadoras nascida na Bulgária, com o sobremone Maleeva, sendo que todas alcaçaram o top 10, a saber: Manuela (número 3, em 04/02/1985), Magdalena (número 4, em 29/01/1996) e Katerina (número 6, em 09/07/1990).
    Provavelmente são parentes e se forem irmãs, é muito extraordinário todas alcaçarem do top 10.
    Você sabe de casos parecidos com o das russas e o das búlgaras.
    Enfrentaram a Steffi Graf em 36 oportunidades, perderam todas: Manuela (17 vezes), Magdalena (8 vezes) e Katerina (11 vezes). A Steffi era fogo na roupa, mesmo.

    Saudações,

    Samuel

    Responder
  8. Kennys

    Federer foi claramente o tenista do Big3 que mais sofreu com a mudança dos pisos, em 2008. O Federer era tão arrasador que se não fosse essa padronização ele teria hoje no mínimo 25 Slans, falando por baixo. Claramente a geração de hoje, com exceção dos três, é inferior a de Agassi, Sampras, Guga, Kafelnikov, Hewitt , Davydenko etc. Federer não pegou nenhuma entressafra pois a profissionalização de Nadal já ocorreu 2001, ano em que Federer nem de longe era o tenista que se tornou, portanto sem Slans e ainda não tinha sido o número1; já em 2005 Nadal ganhou seu primeiro Slam, apenas 2 anos depois do primeiro Slam do Federer. Djokovic se profissionalizou em 2003 (ano que o Federer venceu seu primeiro Slam) e ganhou seu primeiro Slam em 2008. Pode-se ver claramente a evolução de Djokovic com a padronização dos pisos, dos três foi o que mais se beneficiou com a mudança, estatisticamente. O que aconteceu foi que o Federer pegou duas ótimas gerações de tenistas, embora a de hoje só tenha o Big 3,sendo que o Murray, Wawrinka e Del Potro correm por fora, mas ainda bem distantes do Big 3. Claramente o Federer foi um supercampeão em duas gerações, mas é notória sua queda de rendimento após a padronização dos pisos se compararmos com os anos anteriores, especialmente depois de 2003 (2004-2007), ano que venceu seu primeiro Slam.

    Dalcim, o que acha desse comentário? acrescentaria ou removeria algo?

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Perfeito.

      O que aconteceu foi isso daí, e quem acompanhou tudo, simplesmente sabe.

      O resto é pura inveja, BÍLIS, e anti-federismo.

      Por isso que o Federer é fora da curva.

      Eu acompanho o circuito desde 1998, e há de se tirar o chapéu pra esse senhor…

      O cara mesmo tendo levado notória desvantagem com a mudança, conseguiu se manter entre os mais temíveis.

      Ou seja, o tipo de tênis dele, se provou adaptável. E ele conseguiu se manter na briga.

      E tudo isso, claro, lidando diariamente com a crescente evolução de dois outros gigantes; (ambos mais jovens que ele).

      Com todo respeito ao Djoko e ao Nadal, eu não acredito que o inverso ocorreria…

      Responder
      1. Luis

        Mas que desvantagem é essa se o cara tá aí com 37 anos e jogando em alto nível em todos os torneios em que entra?
        Desculpa mas seu argumento é contraditório.
        Repito: sem contar com o saibro, o fator chave que impediu o suíço de ter uns 25 slams chama-se Novak Djokovic e sua dominância quase absoluta nas quadras duras.
        Sem o sérvio, Federer estaria desfilando por aí e ganhando praticamente tudo o que disputasse, e ninguém nem se lembraria deste papo de padronização das quadras…
        Consegue imaginar um cenário assim? Ah, pera, não foi isso que aconteceu em 2017?

        Responder
        1. Jonas

          Não adianta. Esses caras acham que Federer é Deus e Djokovic e Nadal são formigas.

          Mesmo com estes sempre provando o contrário, derrotando o suíço em tudo quando é piso e torneio há anos. Pra eles isso se justifica apenas pelo tipo de quadra que jogam, não pela qualidade de quem está do outro lado. E tem a ladainha do jogador velho…pode apagar então o ótimo ano que Federer teve em 2017, saiu da caixa eles dizem, voltou a ficar velho quando perdeu 2 seguidas pro Djokovic…em quadras RÁPIDAS.

          Responder
          1. Rodrigo S. Cruz

            Pelo contrário!

            Em tempo nenhum eu desmereci o Novak ou o Nadal.

            Apenas disse que o Federer tem um tênis mais adaptável que os outros dois…E que dificilmente eles seriam tão dominantes em quadras mais rápidas que as atuais.

            Isso não é endeusar ninguém.

            Você sim só falta erguer um altar de adoração ao Cotonente.

            O teu comportamento anti-federer aqui, um dos mais bizarros, não me deixa mentir.

            Você gasta tua vida tentando diminuir ou relativizar as qualidades do suíço. Não tem moral NENHUMA, pra falar de ninguém,

            Se enxerga…

          2. Jonas

            Dificilmente seriam dominantes em quadras mais rápidas que as atuais?? Cara, que tênis você assiste?

            Djokovic manda no tênis há quase uma década. Vence o Federer em TODO tipo de piso, a quadra rápida da Basileia é um exemplo, mesmo o suíço sendo mais jogador que Novak naquela época.

            Ele bate de frente com o monstro do saibro Nadal. É o tenista que teve uma evolução absurda em 2011, melhorou praticamente tudo em seu jogo. Cansou de entubar o ‘velho’ Federer em tudo quanto é piso, vocês só podem fingir que não assistiram aos jogos não é possível.

            Federer é genial obviamente e eu não tenho nada contra ele. Mas quando o cara vence como foi em 2017 com Djokovic fora, aí ele é uma lenda, com muita gente afirmando que foi o melhor tênis que o suíço já praticou.

            Quando ele joga no mesmo nível e perde, assim como foi em Paris ano passado, aí ele volta a ser velho e ultrapassado.

          3. Rodrigo S. Cruz

            Velho sim, porém não ultrapassado. Graças a técnica diferenciada, e um número reduzido de torneios que disputa…

            Todo atleta, de qualquer modalidade tem ascensão, auge e declínio.

            O problema é você querer que o Federer tenha favoritismo ainda sobre o melhor tenista da atualidade.

            Isso é INSANO!

            Já se esqueceu quem é o tenista da atualidade que desfruta o auge da forma física e técnica?

            Chama-se Novak Djokovic ! Já ouviu falar?

            A menos que você continue pateticamente usando a exceção de 2017, para sustentar que é o suíço…

          4. Jonas

            Rodrigo, eu não espero nenhum favoritismo do Federer hoje, afinal ele está com quase 38 anos e Djokovic também não é um garoto, seu jogo é bem mais físico e desgasta mais, ele vai completar 32 anos em Maio.

            A questão aqui a meu ver, é que Federer também desfrutou da ‘juventude’ de Novak e Nadal, não há demérito nisso. Entre 04 e 07 tudo correu maravilhosamente bem pro Federer, um jogador superior a qualquer um da época, que tinha em seu calcanhar o novíssimo Nadal que só incomodava mesmo no saibro, e Novak também novo, um jogador talentoso e coadjuvante. Mas eu aceito isso tranquilamente.

            Agora, espero que aceitem o contrário também, o fato de que Novak e Nadal melhoraram e MUITO seu jogo. É muito fácil e ridículo jogar a culpa das derrotas do Federer na quadra lenta, como se ele fosse injustiçado e não é.

        2. Rodrigo S. Cruz

          Não teve absolutamente nada de contraditório no que eu escrevi.

          Leia novamente, ( de preferência com boa vontade) e você vai ver.

          Continuar jogando em alto nível aos 37, não desmente o que falei. Muito pelo contrário, apenas confirma…

          Quanto a dominância do Novak, o meu post já deixou claro o que eu penso:

          Sem a padronização de quadras, ela teria sido reduzida.

          Minha opinião.

          Se não gosta, o problema não é meu.

          Faz o seguinte: senta e chora…

          Abs.

          Responder
    2. Luiz Fabriciano

      Eu só não entendo é esse argumento de que tenista A ou B foi beneficiado pela mudança de pisos. Parece que aconteceu para isso.
      O tenista joga no piso que existe, ou não joga. O tenista que nasceu hoje vai atuar no piso que existir. Até parece forçação de barra para justificar um possível e quase inexistente declínio de Roger Federer. Assistindo vídeos do passado, mas não tão longínquo, onde os ditos pisos eram ultra-rápidos, mas os jogos eram lentos, vi um entre Connors e McEnroe, numa semi do US Open que o último recebia saque com a mão na cintura.
      Enquanto os pisos “regrediram”, os equipamentos evoluíram e os tenistas idem. Quero dizer, que a competitividade subiu, diminuindo um terreno onde tenista A ou B entrariam com “vantagem”.

      Responder
      1. Jonas

        Esse argumento de que Federer foi prejudicado é um absurdo sem tamanho, as pessoas esquecem o quanto Nadal evoluiu daquele jovem tenista que surpreendeu o circuito e o n1 da época. O espanhol em 2010 havia se tornado COMPLETO, parecia ter amadurecido seu jogo e pra esses fanáticos isso não existe. Simplesmente chegou em 2010 e o Federer tava VELHO e longe do auge eles dizem, cara…sem noção. É como se em 2017 o Federer tivesse renascido, ou seja, agora essa é a melhor versão do suíço, enfim aprendeu a bater seu maior rival, que incrível! Mas ele não estava velho? Sem condições de jogo (li isso no AO 2016), mas ganhou AO 1 ano depois numa quadra RÁPIDA em cima do maior rival em 5 sets! Definitivamente estava velho eles diziam.

        São os mesmos que ignoram a evolução de Djokovic. Na cabeça deles até hoje é aquele mesmo jogador inexperiente que jogou a final do USO 07…aquele que fez um PÉSSIMO 2010, muito abaixo, o saque dele não incomodava, movimento ruim.

        Pra eles o pensamento é: Federer reinava nas rápidas e era o Deus fodástico, mas fizerem sacanagem com ele! Deixaram a quadra lenta e agora ele apanha pro mesmo Djokovic que ele costumava surrar anos atrás, que injustiça com nosso mestre.

        É claro que houve mudança sim, mas todos tiveram que se adaptar. Me lembro do Djokovic vencendo o Federer em quadras rápidas e em sequência, Dubai e Indian Wells 2011, quadras RÁPIDAS. Da mesma forma, Federer venceu Djokovic na rápida quadra de Cincinnati em 2012, dominando o jogo. É incrível como esse pessoal age como se TUDO afetasse o Federer.

        Responder
      2. Sérgio Ribeiro

        Como é que é , parceiro ? O piso era rápido e o jogo era lento … ? Na, boa . Tá dando uma de Rolando Lero rs Captei a sua mensagem. As raquetes eram de madeira ? BORG saiu em 82 e em 21 WIMBLEDON daí pra frente “somente ” 19 Títulos ficaram com estilo Saque-Voleio ( Connors e Agassi conseguiram levar os seus ). Pela sua teoria o Big Mac, Becker, Edberg, Pat Cash , Ivasinevic , Krajicek , Stich, Pistol Pete e CIA ,saberiam brincar legal nesta lentidão atual . Sei,… Lendl e Wilander não arrumaram nada na rápida Grama Sagrada da época. Já sei , nada seria problema para o Sérvio rs Abs!

        Responder
      3. Rodrigo S. Cruz

        Fabriciano,

        EVIDENTE que o Novak foi beneficiado pela padronização dos pisos.

        Isso, acho, nem deveria estar em discussão…É cristalino como a ÁGUA.

        Seria mais bonito, por parte de vocês nolistas, admitirem ao menos o óbvio…

        O Djokovic tem um jogo muito mais físico do que o Federer, que joga um tênis mais clássico:

        (saque, voleio, improviso, poucas trocas de bola no fundo).

        O tenista, por outro lado, que troca umas 100 bolas, até fazer o outro errar é o Djokovic…

        Outro ponto, é que o sérvio é um tremendo devolvedor de saque.

        O simples fato da quadra ser mais rápida, dificultaria ainda mais a leitura e a devolução do saque.

        Especialmente o serviço do Federer, que sabe variar o saque como ninguém, tornando ainda mais difícil por Djokovic, batê-lo…

        A padronização dos pisos, o ajudou o sérvio bastante sim.

        Só não vê, quem não quer…

        Responder
        1. Luiz Fabriciano

          A questão em voga Rodrigo, é a plena evolução do sérvio.
          O que você está dizendo contém o velho e famoso “se”. Djokovic derrotou Federer em todos os cantos do planeta, com as quadras que estão por aí e nisso, não cabe contestação. Ao passo que muitos argumentam a idade de Federer, ora sim, ora não.
          Um abraço para você.

          Responder
          1. Jonas

            Exatamente. Óbvio que houve mudança nas quadras sim.

            Mas pesa o FATO de que Nadal não é mais limitado em hards e grama como era entre 05 e 07, ele amadureceu seu jogo, MELHOROU.

            Djokovic a meu ver foi o que mais evoluiu. Pegue um jogo entre ele e Federer em 2007, por exemplo. O suíço MUITO superior jogando contra um jogador pouco experiente mas muito talentoso, franco atirador. Agora, pegue RG 2011, dois jogadores praticando um tênis absurdo, em um patamar muito acima do que foi a final do USO 2007 por exemplo. Neste grande jogo em 2011, Federer tinha 29 anos e Djoko 24 se não me engano. O tênis evoluiu demais.

      1. Marcio Souza

        Hahahahahahaha!

        Boa Mestre, essa resposta com certeza pegou bem na canela do nosso nobre colega que com certeza deve ter caido no chão de vergonha depois dessa hahahahahaha.

        Como é passador de recibo esse cidadão, sem comentários.

        Responder
  9. Sônia

    Dalcim, Isner jogou duplas no challenger de Dallas e agora está jogando duplas no ATP 250 de New York (talvez seja para pegar ritmo, sei lá), mas como escolhe mal os parceiros, que tenistas fracos, incrível. Beijos.

    Responder
  10. Ricardo - DF

    Dalcim, uma variação, para apimentar. Considerando as 3 lendas, enumerar quais golpes deles estariam entre os 3 melhores do mundo (atual):

    Federer: 1o saque, voleio, smash, back slice, pernas, mão, Back 1h
    Nadal: contragolpe, smash, pernas, mão, forehand
    Djoko: back 2h, forehand, devolução, contragolpe, pernas

    Que tal?

    Responder
  11. FRED JOSE FERREIRA RIBEIRO

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Federer
    Melhor smash: Federer
    Melhor devolução: Agassi
    Melhor jogo de pernas: Federer
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Acompanho tênis de Guga para cá

    Responder
      1. Sandra

        Isso tem cara de problema de dinheiro, aliás outro dia fizeram uma pergunta a você sobre o Vajda , de quanto ele ganharia , vc até respondeu mais ou menos, com certeza vc não é advinho , mas se for o que vc colocou achei muito pouco para ser treinador do Nole

        Responder
        1. João ando

          Dinheiro não foi memso …parece ser uma coisa muito séria e se for e se for verdade ..o que estou pensando a carteira desse técnico vai para o buraco

          Responder
  12. Pedro

    Dalcim,

    O fim da relação entre a Osaka e seu treinador foi algo estranho. Parecia que estava indo tudo bem, com a conquista de 2 títulos de GS. Você sabe o motivo?

    Responder
  13. Rodrigo S. Cruz

    [BAROCO e ALESSANDRO SIQUEIRA]

    ” FIDAGAL? Não seria figadal?”

    Seria!

    E apesar de vocês estarem com a razão, permita-me esclarecer…

    “Figadal” é a forma correta e culta, fim de papo. Porque é relativo á fígado. Remete á sentimento íntimo, entranhável.

    Já o uso de “fidagal” (como eu preferi) se origina da palavra ” fidalgo, e não está dicionarizada. Por isso, alguns até consideram um erro grosseiro.

    No entanto, existe uma tendência informal, seja em razão da pronúncia que é sonoramente mais bonita, de se usar o termo ” fidagal”, daí a confusão.

    Aqui, por exemplo, tem um site que aceita e usa exatamente a frase que dei como exemplo. E a definição é justamente a de “sentimento intenso, profundo”:

    https://www.dicionarioinformal.com.br/fidagal/

    CURIOSIDADE> Me lembro que uma vez, até o Professor Girafales, do seriado Chaves, usou o termo “fidagal”. kkkkkkkkk

    Abs.

    Responder
    1. Alessandro Siqueira

      Apesar de já ter lido inúmeras vezes a expressão fidagal, penso que ela alude mais a fidalgo do que a fígado. Nada semântico em sentido próprio, mas em termos de sonoridade.

      Responder
  14. Nattan Lobatto

    My list:

    FH: Delpo
    BH uma mão: Stan
    BH duas mãos: Novak
    Devolução: Novak
    Slice: federer
    Smash: Nadal
    Voleio: Sampras
    1° serviço: Karlovic
    2° serviço: kyrgios
    Movimentação: Novak
    Mental: Rafa
    Físico: Novak/Rafa
    Defesa: Novak
    Leitura de jogo: Novak
    Adaptação aos pisos com maior facilidade: Novak.
    Maior técnica: federer
    Contragolpe: Novak
    Precisão: Novak
    Completo: Novak.

    Boa tarde p/ geral !

    Responder
  15. André Barcellos

    Em tempo:
    Dalcim, você não acha que Roterdan estaria ao feitio do Federer pra ganhar o 100o. título?
    Pra mim mostra que o suíço não está só a fim de números. Quer descansar, treinar e ganhar seus torneios preferidos. Entre eles Dubai.

    Responder
  16. Oswaldo E. Aranha

    Dalcim, postei uma mensagem fazendo uma brincadeira usando termos do foot ball para enumerar alguns jogadores que acho dos melhores; como a mensagem não apareceu fiquei na dúvida se não foi bem aceita, então darei um tempo até entender.

    Responder
  17. Naira

    Dalcim, boa tarde. Gostaria de sua opinião técnica sobre saque e return. Ao longo dos anos houve uma enorme evolução tecnológica de raquetes, bolas e mesmo nos pisos. É possível fazer uma comparação dos anos 60, 70, 80, 90, 2000 quanto a saque e return? O quão era mais difícil ou fácil sacar nessas diferentes décadas? O mesmo para return? Isso nos diferentes pisos (hard, grass, clay)? Pergunto isso porque penso ser muito difícil fazer comparações de melhor forehand, backhand, return, etc., porque penso que devido a tantas evoluções tecnológicas, o tênis de épocas passadas parece ser um esporte totalmente diferente do tênis jogado atualmente. Podemos considerar também evolução na medicina esportiva, tratamento de lesões com muito mais recursos. Também a evolução no preparo esportivo para atletas de alto rendimento, etc. São muita considerações, variáveis, como comparar épocas diferentes?

    Responder
  18. Renato

    Os fakes e manes de sempre continuam a se morder de raiva depois de um comentário simples mas predominante meu. Tentam disfarçar dando risadas pra esconder a raiva e frustração, Mas.. … Eu me divirto!

    Responder
    1. Jonas

      Você está irritado com o momento atual do Djokovic, afinal ele acaba de amassar o Nadal em uma final de slam.

      Algo que seu Deus suíço nunca faria, mas o jovem Nadal já havia feito lá atrás em 2008 lembra? 61 63 60

      Espernear que o suíço é maior não adianta cara. Quem acompanha o esporte sabe que o suíço é o MAIOR tenista da história até o momento pelos ótimos números. Eu só tento mostrar aqui que contra Djokovic e Nadal o buraco é bem mais embaixo; em final de slam ele treme mesmo, mas é um gênio sem dúvidas.

      Responder
  19. Miguel BsB

    Que me perdoem os anti Federer do blog, mas chamar Roddick, Hewitt e Safin de “entresafra” é um absurdo…

    Roddick tinha um dos melhores saques da história, e uma bela direita pra acompanhar.
    Hewitt era um dos bichos mais encardido do circuito. Jogava muito, competidor feroz, errava pouco e não tinha bola perdida pra ele… Era um Nadal 1.0.
    Safin jogava um tênis de primeira… Quando tava afim de jogo, focado, foi um dos melhores que vi jogar…

    Além deles ainda tinha Nalbadian, considerado por muitos a melhor esquerda de 2 mãos da história.
    Gonzales, considerado por muitos o maior forehand da história.

    Não dá pra chamar jogadores desse calibre de entresafra. É um crime com o esporte!

    A principal diferença deles pra a geração big 3, é que estes conseguem manter um nível absurdo em praticamente todas as partidas, campeonatos que disputam, ano após ano, é algo sobrenatural…

    Ou seja, a grande diferença de Roger, Rafa e Nole pras demais gerações é MENTAL. A capacidade de ser competitivo faça chuva, faça sol, todos os dias, sem perder o foco. Pra mim, isso é algo extraordinário, em qualquer esporte… Só os maiores de tds em suas modalidades possuem mentalidade semelhante.

    Responder
    1. Nando

      Miguel, os caras q dizem isso (o tal argumento da entressafra) são “geração 2011″…acham q o esporte começou à partir dali.
      Não sabem como era o circuito antes (quadras diversificadas) e falam essas asneiras…acham q Slam só vale se ganhar em cima de Federer, nadal e djokovic.
      Os Slams q Sampras ganhou, só valem o q ganhou em cima de Becker ou Agassi…o mesmo vale pros citados (na teoria desse pessoal).
      Desmerecer Hewitt, Roddick e Safin, é desmerecer o grande Guga, pois 2 desses aí foram adversários dele.
      Mas como eu disse antes, pra esse pessoal, o tênis só vale de 2011 pra cá.

      Responder
    2. Sérgio Ribeiro

      Esse papo , caro Miguel . Começou com P. Cleto ha’ anos , quando o mesmo tentava elevar o seu ” Animal” a um patamar que lhe convinha. A Turminha de Fanáticos finge desconhecer a existência de todos os citados. Que tiravam o tal ” Animal ” precocemente de várias FiNAIS de SLAM. Estamos em 2019 , e insistem nesta Ladainha que não cola mesmo. Te comprimento por ter citado inclusive suas características prá lá de especiais. Abs !

      Responder
    3. Rodrigo S. Cruz

      O Safin então, nem se fala.

      Que belíssimo jogador de tênis!

      Um dos melhores que eu já vi, e mais completo tecnicamente do que o Guga…

      Aliás, o Marat foi um dos rivais que mais trabalho deu para Kuerten.

      Quem não lembra, da segunda rodada de RG 1998, quando esse então desconhecido russo, eliminou o campeão do torneio?

      Também ele saiu vencedor de uma das melhores partidas de tênis que eu já vi:

      FEDERER X SAFIN, Australian Open 2005.

      Responder
    4. Jonas

      São jogadores excelentes e Federer era muito superior a todos. Contra o Roddick então…era quase sempre um massacre.

      Com o auge do Nadal em 2010 e posteriormente Novak em 2011, ficou quase impossível pro Federer dominar o circuito novamente, mesmo sabendo que ele estava com o físico em dia nestes anos e voando baixo.

      Seria mais interessante se Federer não fosse anos mais velho.

      Responder
    5. Thiago

      Concordo plenamente contigo.

      Em forma e afim de jogar, o Safin para mim foi o maior jogador que vi e meu maior ídolo. Aquela partida contra o Federer no Ausopen de 2004 é histórica.

      E na final trucidou e Hewitt ainda.

      Bons tempos.

      Responder
  20. André Barcellos

    Vamos lá… não sei se mudaria alguma coisa da lista do Dalcim.
    Talvez o voleio.

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Edberg
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: González
    Melhor smash: Federer (smasha de tudo que é jeito)
    Melhor devolução: Djokovic/ Agassi
    Melhor jogo de pernas: Nadal/ Djokovic
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  21. Marcelo

    TÊNIS BRASILEIRO (dos que eu assisti):

    Melhor primeiro saque: Guga
    Melhor segundo saque: Bruno Soares
    Melhor voleio: André Sá
    Melhor backhand com slice: Oncins
    Melhor backhand de uma mão: Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Saretta (e que esquerda)
    Melhor forehand: Meligeni
    Melhor smash: Marcelo Melo
    Melhor devolução: Bruno Soares
    Melhor jogo de pernas: Meligeni
    Melhor contragolpe: Meligeni
    Melhor ‘mão’: Bruno Soares
    Melhor angulação: Ricardo Mello

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Dalcim,

      Mais uma vez:

      Faça a gentileza de não liberar comentários desse cidadão, com ataques ao meu NOME.

      Você não me permite revidar, e isso é injusto.

      Cadê a isonomia?

      Responder
        1. Rodrigo S. Cruz

          Você tá me TIRANDO, Mestre?

          Queres me fazer crer que não entende que ” Cruz-credo” se refere a Rodrigo Cruz?

          Entretanto, quando pego o sobrenome ” Ando”, e escrevo alguma palhaçada em resposta, você entende e bloqueia?

          É sério que você vai subestimar a minha inteligência desse jeito?

          Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Qual ” segunda metade ” de 2016 a que se refere Brack ? Venceu o MASTERS 1000 do Canadá , FINAL do USOPEN e FINAL do ATP FINALS. O Sérvio ter perdido para Stan , Murray não é novidade. O N1 foi decidido na última partida do ano em favor do Britânico que estava jogando mais. Agora , torcedor do Federer querer que o Sérvio continue lindo e batendo os recordes do Craque ? Sei não…Deve ser a idade rsrsrs … Abs!

      Responder
          1. Marcelo

            Desculpe, grande Dalcim. Máximo respeito pelo blog e pelo seu trabalho.
            O que achou da minha lista de melhores golpes do tenis brasileiro recente?
            Abs!

  22. Mario Cesar Rodrigues

    Dalcim muito estranho estalista Del Potro Forehand o cara nem joga irei mandar para ti os Forehands do Rafa ai tire as conclusóes como vc disse em uma resposta saque não é tudo ou algo parecido Forehand não é tudo vc acha melhor. vc deve dar o exemplo de tudo de um todo olha para que um torcedor mais que você do Federer e não acha não concorda com ele não entendo!

    Responder
      1. Miguel BsB

        Kkkkkkkkkkk
        Eu rio demais com os comentários do Mário Cezar! Acho mais engraçados até que os do Lógico, por vias tortas…
        E quando ele escreve com outro Nick se auto elogiando e tentando despistar, como se isso fosse possível kkkkk
        Dalcim, acho que foi isso msm que ele quis dizer, que o forehand do Nadal é melhor do que o do Delpo, mas, interpretar o que ele diz é quase tão complexo como interpretar hieróglifos egípcios hehe

        Responder
  23. Renato

    Se a opinião de 90% da mídia especializada, dos ex tenistas e tenistas atuais, que consideram Roger o maior e melhor tenista da história não é relevante, o que é então? A opinião de alguns fakes, manes ou fanáticos que comentam aqui?

    Responder
    1. Chetnik

      “Fanáticos” kkkk. Cara, pegunta séria, você tem algum interesse na vida que não seja provar obsessivamente que o Federer é o maiorzão, o mais gostoso, o melhor, o mais fuderoso, o mais tudo na vida?

      Responder
      1. Miguel BsB

        Kkkkkkk
        Renato, vc tem que dar um jeito de ser contratado pra equipe do Federer… Acho que nem a Mirka defende ele do jeito que vc defende rs
        Se vc o defende desse jeito, contra tudo e contra tds, inclusive contra os fatos, e não tá ganhando dinheiro com isso, tá vacilando hehe
        No mínimo, vc tem que ser eleito o presidente do fã clube Federer Brasil, e ganhar uma foto autografada e com dedicatória do Roger…

        Responder
    2. Sérgio Cipriani

      Para os Marquinhos, Renatos e Márcios da vida: Federer diz que vencer Rafa e Novak é o que o motiva e importa mais do que estar bem classificado no ranking!! H2H não vale nada?! Sei…… kkkkkkk

      Responder
      1. Jonas

        Só não vale pra fãs do Federer.

        Você imagina, o cara era soberano. Liderava tranquilamente até surgir Nadal, um rapaz novo até demais que tinha a audácia de surrar o ‘GOAT’ sem dó. É claro que pega mal pra ele vencer todo mundo e chegar em confrontos importantes e perder.

        Assim como foi em Rg 08, Wb 08 e Ao 09.

        Responder
      2. Sérgio Ribeiro

        Em nenhum momento o Craque falou em head to head, parceiro. Fica pela sua interpretação. Como você parece fanático pelo tema , me diga quem bateu BORG ou SAMPRAS acima de 10 confrontos ? Ao contrário do que disse em Post abaixo ( somente o Sérvio). Já Novak , cansou de estar atrás bem acima de 10 confrontos para Rafa e Roger . Hoje possui uma vantagem mínima sobre ambos. Pete Sampras ficou abaixo para vários até 10 confrontos. E não deixou de ser considerado o melhor em sua época. 0 Head to Head somente existe para ser quebrado . Abs!

        Responder
    3. Jonas

      Fácil dizer que Federer é o melhor, afinal ele não teve adversário entre 2003 e 2007 em quadras rápidas (excessão feita ao saibro). A partir de 2008 o quadro começou a mudar graças a Nadal e posteriormente Novak.

      Não fossem os 2, Federer seria número 1 por muito mais tempo.

      Responder
      1. Jonas

        Em 2004 e 2005, os maiores adversários do Federer na briga na liderança foram Hewit e Roddick.

        O cara simplesmente reinava sozinho, arrisco dizer que seria n1 até hoje se não houvesse Djokovic ou seu pai Nadal.

        Responder
      2. Rodrigo S. Cruz

        Creio que o Federer terminará como o melhor, na avaliação de boa parte dos analistas.

        Mas por ser o tenista que melhor reuniu beleza de jogo, com resultados…

        E quanto a isso, desculpe, mas ninguém o destrona.

        Melhor você se conformar.

        Assim, como os fãs do suíço já se conformaram que o Novak constitui uma grande ameaça à excelência dos números do rival.

        É bem possível que o Novak consiga terminar a carreira á frente do suíço, tanto no confronto direto, como no número de Majors.

        Mas não vai conseguir ganhar dele, no carisma, e nem na estética do jogo.

        Como a diferença de resultados, acho, não será muito grande, a comparação sempre vai existir.

        E nesse diapasão, vejo o Federer se sobressaindo. (ainda que ligeiramente…)

        Abs.

        Responder
        1. Jonas

          Cara, quanto besteira. Federer é MAIOR e se Novak quebrar seus recordes será o MAIOR, simples.

          Ser gente boa, jogar bonito, desfilar em quadra…isso só conta se você for um apaixonado pelo suíço.

          Quanto a ser dominante, é óbvio que Federer sempre teve grandes problemas pra superar seu maior rival Nadal, isso desde Miami no primeiro confronto entre eles. Acredito que ele foi dominado pelo espanhol mesmo sendo número 1 por 4 anos seguidos.

          E sim, acho Novak muito mais dominante que Federer, ele venceu 3 slams em cima do suíço, em quadras rápidas, tem retrospecto excelente no confronto. Lógico que o sérvio ainda está longe nos números, algo que pode mudar no futuro, ou não.

          Responder
          1. Nando

            “Acredito q nadal dominou Federer mesmo qnd este foi N1 por 4 anos seguidos”
            De 2004 até 2008 (nos anos q houveram o confronto e q Federer era N1),
            No saibro: nadal 9 x 1 Federer
            Na grama: Federer 2 x 1 nadal
            Na hard: Federer 3 x 2 nadal

            Se enfrentaram mais no piso predileto do espanhol. Sabe pq? Pq Federer chegava nas finais em tds os pisos (mesmo não sendo saibrista), o mesmo não ocorreu tanto com o nadal (q perdia antes).
            Paro por aqui.

          2. Jonas

            Serei mais claro.

            Federer 2005 a 2007- AUGE

            Nadal nessa época era um garoto, você acha mesmo que ele era tão completo a ponto vencer o número 1 do Ranking em TODOS os pisos? Dominar o circuito então nem se fala…era muito jovem, tinha claras limitações nas hards.

            Em relação ao confronto direto, H2H sabe? Então, desde novinho Nadal já batia no suíço sim e dava muito trabalho nos demais pisos. Óbvio que perdeu a maioria nas hards com Federer no auge, mas faziam jogos duríssimos ( MIAMI 04,05).

            Detalhe muito importante, confronto em Grand Slam: 9 a 3 pro Nadal e 9 a 6 pro Djokovic.

  24. Marcelo-Jacacity

    Dalcim,

    Qual a melhor esquerda? E porquê? E se você pudesse escolher um backhand para ingressar no circuito profissional qual escolheria?

    Backhand de uma mão do Guga ou do Wawrinka ou o backhand de duas mãos do Djokovic?

    Responder
      1. Marcelo-Jacacity

        Realmente, o backhand de uma mão por mais espetacular e plástico que possa parecer é inferior ao backhand de duas mãos. Este traz uma segurança que àquele não tem.

        Responder
          1. Miguel BsB

            Acho que a grande diferença do Back de 1 para 2 mãos, é que o segundo é bem superior para devoluções de saque, principalmente.
            E tb, normalmente, um pouco mais regular…
            Tanto é que os maiores devolvedores de saque, Connors, Agassi e Djokovic, tds batem o Back com 2 mãos.
            Mas,dos golpes de base, o mais bonito e o que produz winners de cair o queixo, para mim, não há dúvidas: um plástico e bem executado one handed backhand!
            Vida longa ao BH de 1 mão, que chegou a ser quase declarado extinto, mas continua firme e forte no circuito profissional!

          2. José Nilton Dalcim

            Quanto à plasticidade, não há dúvida. O backhand simples também facilita para o slice e principalmente o voleio. Quem puder, dê uma olhada nos vídeos de Connors voleando de duas mãos, coisa bem mais difícil.

  25. CAIO CESAR DE PAULA

    Boa tarde, Dalcim.
    Se possível, me esclareça uma coisa por favor.
    No que o backhand do Guga “deixa a desejar” em relação ao do Wawrinka pra vc ter escolhido este?
    Era novo na época do Guga e não lembro muito do golpe em si, apenas que era espetacular e diferenciado.
    Quanto a sua escolha do jogador com o melhor smash, não me esqueço de um final entre Guga x Sampras (acho que era um Master Series) e o Sampras ficou em dúvida se uma bola ia cair na quadra e não teve dúvidas: deu um baita salto e cravou a bola na quadra do Guga. A impressão de todos foi que a bola cairia bem longe da quadra, fora que o smash era difícil pra caramba. O narrador disse: Pete Sampras confia mais no smash do que na sua própria visão!
    Um animal!!!!! Kikkkkkkkkkkk
    Abraço

    Responder
  26. Thiago Nascimento

    Do que eu vi até hoje:

    Melhor primeiro saque: Sampras (não tem ninguém que chega perto em precisão)
    Melhor segundo saque: Sampras (não tem ninguém que chega perto em precisão)
    Melhor voleio: Sampras com menção honrosa para Becker
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka com menção honrosa para Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Nadal com menção honrosa para o forehand de Sampras na corrida
    Melhor smash: Sampras . O que dizer acompanhado do slam dunk…
    Melhor devolução: Djokovic com menção honrosa para Agassi
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  27. Nando

    Ok Jonas, vc quer argumentos relevantes né? Então segue abaixo: Federer/ Nadal / Djokovic (os números estão nessa ordem)
    Slams 20 / 17 / 15
    Finais de Slams 30/25/24
    Semis 43/30/34
    Vitórias em Slams 342/ 253/ 265
    Finals 6/0/5
    Semanas na liderança 310/196/237
    Semanas no top3 707/547/516
    Masters 27/33/32
    Finais de masters 48/49/47
    Vitórias em masters 364/362/332

    Tá explicado COM NÚMEROS, o pq do Federer estar à frente, ok? Entendeu Jonas? Quer q eu desenhe?
    E entre ter h2h positivo ou ter mais Slams, prefiro ter mais Slams….e tenho ctz q cotonete e siri calvo tbm pensar o mesmo.

    Responder
    1. Jonas

      Federer ainda é o MAIOR pelos números já disse isso.

      Mas não é o MELHOR da história, justamente por não dar conta de seus dois principais rivais, inclusive é freguês de carteirinha de um deles. Abriu grande vantagem pois era superior a 90% do circuito entre 2003 e 2007, época que Novak e Nadal eram BEM novos, a farsa de maior e melhor começou a cair em 2008 no vexame em Rg e em sequência derrota em Wb.

      Responder
      1. Jonas

        Eu me refiro ao domínio justamente. Porque quem acompanha o esporte sabe que Federer tem números mais relevantes.

        Agora, veja o domínio de Djokovic sobre os principais rivais:

        Desde 2010 (o sérvio tinha 23 anos)
        Finais de slam
        Djokovic 4-3 Nadal
        Djokovic 3-0 Federer
        Djokovic 5-2 Murray

        Semanas como n1 desde 2010
        Djokovic: 235
        Nadal: 118
        Murray: 41
        Federer: 25

        O argumento que se contrapõe a esses números é de que Federer está VELHO. Desculpe, mas aos 29 anos, um tenista do calibre de Federer não está velho. Verifique a idade do mesmo entre 2010 e 2015 por exemplo. Reafirmo que Federer ainda é o MAIOR e se tivesse dominado seus principais rivais, seria de longe o MELHOR, mas não o fez, não como Djokovic.

        Responder
        1. Jonas

          Em relação a idade do ‘velho suíço’

          2010- completou 29 anos em agosto
          2015-completou 34 anos

          Vocês fãs do Federer amam dizer que ele tem um estilo que conserva muito mais o físico. Pois então, ele tava voando nesses anos aí, foi n1 em 2012, venceu Wb. Melhor eu nem falar nada sobre 2017, pq pelo critério de vocês ele deveria estar andando de bengalas naquele ano.

          Responder
      2. Sérgio Ribeiro

        Cara , cai na real. Os mesmos oponentes que Federer enfrentou a partir de DOIS MIL e CINCO ,foram os MESMOS que o então N 2 ( Rafael Nadal ) , enfrentou. O ” ” Novinho” ganhou apenas DEZ TORNEIOS neste ano. E esquentou o TOP 2 até 2018. Você se comporta como um fanático recalcado. Abs!

        Responder
        1. Jonas

          Sim, Nadal era um garoto. Chegou ao seu auge em 2010, mas antes disso já ganhava de Federer em torneios grandes. De 05 a 07 o espanhol não tinha mais tênis que Federer a ponto de dominar nos demais pisos, abs.

          Responder
  28. Sônia

    Halep está sozinha, equipe tcheca muito forte, não gostei desses tons de verde dessa quadra, difícil ver a bolinha. Enquanto isso Carolina Garcia, com sorrisinho irônico vem dominando a belga. E o lindão do Berdych, perdendo para Herbert?? Affff. Achando show o canal mostrar um pouquinho de cada jogo rsrs, faria o mesmo, ou seja, ficaria zapeando se estivesse passando esses jogos em vários canais rsrs. Dalcim, estou parecendo aquele cachorrinho paciente do Dr. Dolittle rsrs, aquele que só queria bolinha, bolinha, bolinha bolinha… rsrs. O mais legal, não estou sonhando com bolinhas de tênis rsrs. Show show show, tênis em qualquer hora, show show show. Beijos.

    Responder
  29. Jonas

    Federer apanha pro Nadal desde 2005, sorte do suíço ter feito um 2017 tecnicamente perfeito (devia estar velho) e reduziu um pouco a surra, mas ainda é freguês no geral. Contra Novak tinha vantagem larga até 2011, vale lembrar que Federer era ‘novo’ em 2011, 12 e 13.

    Você forçar fazendo uma comparação com Roddick e Karlovic (até Kyrgios rs) mostra o quanto você tá sangrando.

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa , caro Jonas. Até meu filho morre de rir dos seus repetitivos comentarios. É somente fixação pelo Suíço ou tem algo mais ” intenso ” por trás dessa neurose ? rsrsrs …Abs!

      Responder
      1. Jonas

        Nada contra o gênio suíço. Ele construiu números incríveis entre 03 e 07 e por isso é o MAIOR.

        Você deve achar que ele é o MELHOR ainda que dominado por Djokovic e Nadal, mas eu não acho, sorry.

        Responder
  30. Marcio

    Dalcim, você faz essa analise embasado em que???
    Porque eu acho que teria que se fazer uma analise baseada na efetividade do recurso em sua época, tipo, qual estrago Rod Laver fazia quando usava o backhand na sua época, se era maior que o de Wawrinka, Fognini, Djokovic, Gasquet, etc.
    Concorda?

    Responder
  31. Marcio

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Feliciano Lopez
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Fognini
    Melhor forehand: Federer
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Depois da pergunta ,o amigo me vem com Lopez como melhor Back com Slice da história ? Todos fazem a festa exatamente em cima do altamente defensivo do Espanhol. Já o Suíço faz o que quer com os seus pra lá de Venenosos Slices. O oponente tem que ficar tentando tirar lá de baixo o tempo todo. Ao menos, a meu ver. Abs!

      Responder
  32. Chico

    Boa noite Dalcim

    A sua lista é a mesma que eu faria. Eu só não entendi o porquê do Federer escolher como melhor voleio o do Nadal… Ele deu uma “martelada” nessa… Não existe melhor voleio do que o do próprio Federer na atualidade.

    Abs

    Responder
  33. Rodrigo Lightman

    Era Profissional:
    Melhor primeiro saque: Sampras
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Rafter
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Del Potro
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Agassi
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  34. Daniel

    Pra quem já esqueceu (confesso que tinha esquecido) como esse Sr. jogava, vejam isso:
    Vejam o Backhand, tem algumas bolas que ele batia de costas.
    Movimentação incansável, 23 aninhos, kkkk. Faz diferença, não adianta.
    O Federer ainda joga muito, mas já jogou muito muito mais.

    https://youtu.be/kMP_3BuodMg

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Um jogo de pernas fantástico. Winners de Tudo quanto é jeito. E aquele Marat Safin jogaria fácil contra qualquer um do circuito atual. Essa é a tal da entressafra dos Sabichões rsrsrs. Abs!

      Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Isso é bobagem, porque tênis também é momento…

      E há alguns anos, o Djokovic era outro jogador.

      Hoje em dia, acho que o Roddick não ganharia dele, mesmo que o sérvio jogasse com uma raquete de Ping Pong…

      Assim, como também é pura tolice essa LADAINHA das djokovetes “zumbis” , de que o Federer só ganha na entressafra.

      Entressafra uma pinóia…

      Na época em que Federer venceu Baghdathis, Philipoussis e outros, eles eram oponentes jogando em ótima fase…

      Mas tem um pessoal que acha que título de Grand Slam só vale, se for em cima de Nadal ou Djoko…

      Responder
    2. Alessandro Siqueira

      Engano (ou seria falta de informação?!) seu. Vá ao site da ATP. Lá resta claro que jogaram 09 vezes e está 05 a 04, sendo que o americano estava no auge e Novak no início de carreira.

      Responder
    3. Sérgio Cipriani

      Cidadão, procure se atualizar mais. Recentemente foi postada uma matéria onde diz que Novak é o único tenista da história que não possui H2H negativo contra nenhum jogador que o desafiou por pelo menos 10 partidas! 😉

      Responder
  35. Itamar Neto

    Era Profissional:
    Melhor primeiro saque: Sampras
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Sampras
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka/Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Nalbandian
    Melhor forehand: Federer (2004/2007)
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Agassi
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Fica a menção honrosa para o forehand do Sampras na metade dos anos 90, fantástico. Mas a “direita” do Federer no auge (2004-2007) era de outro planeta (só lembrar do Federer/Hewitt Us Open 2004, ou do Federer/Agassi Us Open 2005).

    Responder
  36. Sérgio Ribeiro

    Muito pouco a acrescentar na sua lista, Dalcim. Mas apesar da plastica e mergulhos espetaculares, Becker à frente de Pistol Pete , Rafter e Edberg nos Voleios ? Se colorcarmos os melhores momentos dos jogos entre ambos , veremos o porque do Tri Campeão de Wimbledon jamais ter vencido o Heptacampeão na Grama Sagrada. E junto à rede o Norte-americano é praticamente insuperável com seus bate-prontos Geniais. E acredito que o Manezinho da Ilha poderia ficar ao lado de STANIMAL com suas paralelas letais de Back de uma mão. Mas é somente uma opinião. Abs!

    Responder
    1. lEvI sIlvA

      Caro Sergio, também acho que o back do Guga poderia ficar lado a lado com o do Wawrinka. Infelizmente o Dalcim se referia apenas aos em atividade. Abraço!

      Responder
      1. Alessandro Siqueira

        O fato de a balança comercial ser equilibrada não afasta outro fato: NADAL e FEDERER são os caras que mais perderam para NOLE. Logo, maiores fregueses sim… rsrs

        Responder
  37. Jorge

    Bom, discordo da ideia de falar da melhor esquerda levantando-a com uma e com duas mãos, não é o comum o jogador executar o golpe ora com uma ora com duas mãos no bater na bola, a não ser o uso de slice.

    (Federer em certa ocasião disse: “Novak não tem um grande saque, mas tudo que faz é forte”; uma declaração dessa vinda do Federer nos ajuda a extrair muitos requisitos de Novak).

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Isner
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor execução nas trocas: Djokovic
    Melhor forehand: Del Potro
    Melhor backhand: Djokovic
    Melhor defesa: Djokovic
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Feliciano López.
    Melhor físico: Djokovic e Nadal
    Melhor velocidade: Djokovic
    Melhor resistência mental: Nadal e Djokovic
    Melhor smash: Federer
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  38. João Luiz Mello Borin

    Quem sou eu pra julgar o Federer,mas colocar o Nadal como melhor voleio,ai não da.

    Saque: Karlovic

    Segundo saque: Isner

    Melhor forehand Gonzales/ Del Potro

    Melhor esquerda de slice: Federer

    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka

    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic

    Melhor jogo de pernas: Federer

    Melhor smash:Sampras

    Melhor devoulçao: Djokovic

    Melhor mental: Nadal

    Melhor mão/talento: Federer

    Responder
  39. Luiz Fernando

    Não bastassem os muitos problemas dentro da quadra, com péssimo comportamento, Kyrgios convive com contusões seguidas, está aí o caso de um jogador de grande talento e potencial, que possivelmente sempre ficará no ostracismo, mais conhecido pelas atitudes do q pelos resultados…

    Responder
  40. RODRIGO AZEVEDO

    Olha só…o Baghdatis venceu o semi-finalista do AUS OPEN ontem no torneio de Montpellier…essa entressafra atual está de doer…L. Pouille não consegue vencer um tenista de 33 anos…negócio está feio…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
  41. MANOEL PIRES DE PAIVA

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Isner
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Gasquet
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Del Potro
    Melhor smash: Federer
    Melhor lob: Murray
    Melhor Mental: Nadal
    E acrescento:
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  42. Antonio Lacombe

    Dalcim, bom dia.

    Faltou talvez o item mais relevante no tênis hoje em dia:

    Maior foco: Djokovic (quando ele entra em período de hiper foco fica imbatível, não erra uma bola…..)

    Abraço

    Responder
  43. Norbert

    Melhor primeiro saque: Federer
    Melhor segundo saque: Isner
    Melhor voleio: Rafter
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Delpo
    Melhor smash: Nadal
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Djokovic
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Murray

    Responder
  44. Sônia

    Dalcim, o lindo do Pouille que teve um bom desempenho no AO, acaba de perder para o Baghdatis num jogo bem disputado (favorito, estava defendendo o título). Sempre gostei do Baghdatis, pra mim um bom tenista. Na sua opinião, se ele tivesse um físico privilegiado, teria obtido maior sucesso? Beijos.

    Responder
  45. Marcelo-Jacacity

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Rafter
    Melhor backhand com slice: Rosewall
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka/Kuerten
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor backhand: Djokovic
    Melhor forehand: Sampras
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor trabalho de pés: Djokovic/Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Como Novak não tem o forte no Slice , o grande Marcelo vem com Rosewall , Sei … Direto do YouTube para superar o Suíço. Na opinião do Expert o Craque Suíço somente vence na melhor ” mão” . Sei… O amigo vem se superando a cada dia rs Como o Sérvio já superou Sampras , este a seu ver ganha até no Forehand de Federer. Há de se respeitar. Existe gosto pra tudo. E claro que a sua intenção foi a melhor possível rsrsrs … Abs!

      Responder
      1. Marcelo-Jacacity

        Sérgio,

        Relaxa, é só a minha lista. Em relação ao Rosewall, fiquei entre ele e o Edberg e quis colocar alguém da velha guarda. (o pessoal do clube vira e mexe falava do slice do australiano).
        No voleio fiquei entre Edberg e Rafter também, difícil escolher um…
        Puxa, só eu que achava a direita do Sampras fenomenal? O Federer tem um direita muito boa…mas se fosse pra escolher alguém dessa época escolheria o Del Potro e depois o Nadal.

        Responder
  46. Leonardo

    Um ranking para descontrair:
    Melhor primeiro saque: Errani
    Melhor segundo saque: Murray
    Melhor voleio: Feijão
    Melhor backhand com slice: Djkovic
    Melhor backhand de uma mão: Karlovic
    Melhor backhand de duas mãos: Bellucci
    Melhor forehand: Gasquet
    Melhor smash: Djokovic
    Melhor devolução: Feijão e Bellucci
    Melhor jogo de pernas: Lisicki

    Responder
  47. Eleotério Almeida

    Melhor primeiro saque: Rusedski
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: McEnroe
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Agassi
    Melhor forehand: Del Potro
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Hewitt
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Monfils

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Acho que o jogo de pernas do Hewitt, apesar de ter sido muito bom, só foi assim por um certo espaço de tempo.

      Portanto, acho que nem se compara com os do Nadal e Djokovic.

      Esses dois sim, podem ser chamados de HOMENS QUE NUNCA CANSAM…

      Responder
  48. O LÓGICO

    O TENISTA IMPERFEITO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Melhor miguéleiro? kkkkk Robozinho das contusões kkkkkk
    Melhor catimbeiro? kkkkkk Robozinho primogênito kkkkkk
    Melhor embromador pra sacar? Robozinho talibã kkkkk
    Pior credibilidade no que fala? Robozinho Harvey Dent
    Melhor passador de bolinha? Robozinho chupa-cabra kkkkkkkkkkk
    Pior estética no tênis? Robozinho da LAJE kkkkkkk
    Tenista mais antipático em quadra? Robozinho Xarope kkkkkk
    Tenista mais afeto a pneu? Robozinho borracheiro kkkkkkkk
    Tenista que produz maior prejuízo em merchandising: Robozinho da contradição kkkkkk: A VIVO agora tem o dobro de internet ahahaha kkkkkk. Do outro lado, o robozinho diz: destrave. Mas ele entra em quadra e? TRAVA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    CHUPA QUE É DE UVA NADALZETES DA SOFRÊNCIA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Responder
    1. Luiz Fernando

      Acho q vcs sofrem um pouco mais do q nós kkkkk, pois sua empáfia imensurável impede que vcs vejam a realidade dos fatos (antes q os de sempre venham aqui espernear, me refiro a ALGUNS torcedores, q por sinal todos identificam, não todos). Vc especificamente tem outro problema, a falta de hombridade de vir ao blog nos momentos de derrota, reservando seus comentários infantis para quando o adversário perde e desaparecendo quando Federer perde.

      Responder
  49. Lola

    Minha lista, não reparem: 😉

    Melhores pernas: John Millman
    Piores pernas: Tsitsipas kkk
    Melhor barba: Benoit Paire
    Melhores glúteos: Nadal
    Melhro cabelo: Zverev
    Melhor boca: Coric
    Pior: Federer kkkk

    Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Apesar de não ter Slam e ser um cara antipático, o Marcelo Rios é considerado por muitos, um dos jogadores mais talentosos de sua época…

        Portanto, a opinião dele, tem sim relevância…

        Responder
      2. Fonseca

        Comparar Rios com Baghdatis… ai ai….

        Rios: Número 1, 18 Títulos Simples nível ATP (sendo 5 Masters 1000 e um Grand Slam Cup).
        Baghdatis (que uma mão do caramba também, por sinal): 4 títulos Simples nível ATP.

        Responder
  50. Chileno

    Dos que vi jogar, votaria assim…

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Kyrgios (quando tá a fim, é claro)
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Federer
    Melhor smash: Nadal
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Nadal
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  51. Roberto Rocha

    Muito boa essa idéia de buscar os melhores golpes dos tenistas…
    Acho o saque do Federer o melhor pela colocação e pela difícil leitura por parte dos adversários, embora a evolução do saque do Dkokovic seja notável.
    As direitas de Delpo e Nadal andam realmente muito. O mental de Nadal é invejável, a devolução de Djokovic é sensacional. Wawrinka possui a mais bela e plástica das esquerdas de uma mão, Djokovic a mais temível esquerda de duas mãos. Federer possui o melhor bate-pronto, as melhores passadas são do Nadal, Djokovic consegue elevar seu nível de jogo a níveis inacreditáveis nos momentos decisivos. E só estou falando de jogadores atiais do circuito…sem falar nas lendas Big Mac, Borg, Sampras, Laver…
    Esse esporte é realmente incrível…

    Responder
  52. Chileno

    Gostaria de pedir uma dica pra quem joga aí.

    Recentemente mudei meu movimento de saque. Passei a dar um pequeno pulo, e com isso, projetar um pouco mais meu corpo pra frente no saque, e isso aumentou muito a potência. Isso é especialmente bom pra mim, porque sou muito baixo. Porém, eu sinto uma dor meio forte no ombro ao fazer este movimento. Não sentia isso quando batia plantado no chão. Tentei voltar, mas agora sinto dor até ao fazer o movimento antigo e ao aplicar smashes.

    Bom… alguém aí já passou por isso? Alguma dica? Acho que vou num ortopedista ver se lesionei o ombro de alguma forma, mas além disso, será que convém mais eu investir em fortalecer o ombro com algum exercício, ajustar o movimento de alguma forma que não me machuque, ou simplesmente voltar pro movimento antigo? Nessa última hipótese, estou presumindo que a dor que sinto ao fazer este movimento agora é por conta de uma provável lesão provocada pelo movimento de saque novo, já que antes eu sacava plantado e não sentia dor.

    Responder
    1. Sônia

      Chileno, tive esse problema, lesão no manguito rotador, causada por movimento errado do fundamento saque, acabou virando uma tendinite. Se não cuidar, acaba afetando cotovelo e túnel carpal (tudo interligado). Na época, pesquisei bastante sobre esse tipo de lesão, fui orientada a colocar sempre muito gelo na região, sempre. Portanto, sempre colocava gelo e mais gelo… ainda coloco, e na minha opinião, gelo é tudo de bom. Evidentemente, evitei jogar por algumas semanas, e após isso, procurei uma academia de musculação e trabalhei para o fortalecimento dessa região (manguito rotador). Saliento que faz-se necessário corrigir o movimento errado ao sacar, caso contrário, a lesão voltará. Aproveito para lhe dar uma dica, tente jogar com aquela faixa elástica para cotovelo, adianta muito. Beijos.

      Responder
    2. Miguel BsB

      Chileno, não pense 2x,pare, e se consulte com um ortopedista pra avaliar o problema… Se continuar, existe o risco de agravar.
      Dps, vá a um bom professor de tênis para ele analisar essa biomecânica do seu saque, provavelmente deve ter alguma coisa errada…
      E, por último, sim, reforço muscular é muito importante. Se vc joga regularmente, deve incluir exercícios de academia na tua rotina… Exercícios para ombros, pernas, costas, core… Visando o fortalecimento. Acredite, vc vai sentir diferença no médio/longo prazo…
      Melhoras! E que não seja nada grave!

      Responder
  53. Renato

    Forehand: Federer
    Voleio: Federer
    Slice: Federer
    Backhand: Zverev
    Primeiro saque: Karlovic
    Segundo saque: Isner
    Devolução: Nishikori

    Dalcim, se Novak tem a melhor devolução do circuito, por que ele tem h2h negativo contra sacadores como Karlovic, Roddick a Kyrgios?

    Outra coisa: Como pode um tenista que quebra raquetes, grita com pegadores de bola e precisa de ajuda espiritual de um guru ter o melhor mental do circuito?

    E se Nadal é tão forte mentalmente, por que ele não resiste a dar uma dedada no traseiro antes de sacar?

    Responder
    1. Valmir

      Porque jogou pouquíssimas partidas contra Karlovic e Kyrgios… acho que só duas contra cada um.
      Contra Kyrgios foi depois da ressaca de ganhar os 4 Slams seguidos.

      Contra Roddick foram poucas partidas e…. antes de 2011… se Roddick tivesse continuado ia ter o mesmo destino de Federer e Nadal no h2h.

      Responder
      1. Renato

        Vc gosta de desmerecer Federer, mas quando alguém fala alguma coisa de Novak vem com desculpas esfarrapadas. Volte quando tiver argumentos melhores.

        Responder
        1. Jonas

          São fatos. Essa galera ai ganhou do Djokovic quando o mesmo era bem novo, e tiveram méritos, porém jogaram poucas vezes, tirando Roddick que enfrentou Novak diversas vezes antes do auge do sérvio. Já Federer e Nadal enfrentaram Novak diversas vezes com vantagem clara pro sérvio, só você não vê isso e tem a ignorância de comparar uma rivalidade dessas com confrontos bem menores.

          Responder
      1. Nando

        Mande um “zap” pros ex-tenistas (q com ctz entendem do esporte mais do q vc) q eles te responderão. Dalcim tbm poderia te responder…mas aí vc ficaria magoado e não frequentaria mais o blog né?

        Responder
        1. Jonas

          Cara, não vem com essa. Apresente algum argumento relevante.

          O amigo aí de cima veio com papo de Roddick, Karlovic. Até você deve saber que essa não cola.

          Responder
    2. Jorge

      Renato quando se fala do melhor golpe de um tenista não está a se analisar uma vitória ou uma derrota, mas sim um contexto histórico da carreira profissional do jogador e o quanto tal golpe o beneficia e quanto causa de dandos nos adversários, e usando dessa lógica que você apresentou sobre Novak, se aplicada à Karlovic e Kirgios eles deveriam se os maiores campeões de Gran Slam e Master 1000 levando em conta o saque deles que é os seus melhores golpes e é o golpe que inicia o ponto.

      Responder
    3. Luiz Fabriciano

      Não sou o Dalcim, mas vou responder: contra o Karlovic, jogou apenas três vezes. Contra o Roddick jogou 5 ou 6 e já faz mais de 5 anos que ele está aposentado, mas já ganhou do americano sem levar nenhum ace até o final do segundo set em um US Open. E contra o Kyrgios jogou apenas duas vezes. Se você ainda tem dúvidas sobre a melhor devolução do circuito, é um problema seu, ainda assim, se ter a melhor devolução fosse a garantia necessária e única, não existiria competição. Incrível a tentativa de enaltecer alguém em detrimento de outrem.

      Responder
    1. Alessandro Siqueira

      Você realmente acredita nisso? Se acredita, explica para nós mortais como alguém tão ruim, com tantas deficiências técnicas pode ter H2H superior a todos os jogadores com quem contendeu ao menos 10 vezes. Sim, H2H superior a TODOS OS JOGADORES com os quais jogou 10 ou mais vezes.

      Responder
  54. Robson

    Vou listar referente ao tempo que acompanho tênis.
    FH: Delpo
    BH uma mão: Stan
    BH duas mãos: Novak
    Devolução: Novak
    Slice: federer
    Smash: federer
    Voleio: rafter
    1° serviço: Karlovic
    2° serviço: kyrgios
    Movimentação: Novak
    Mental: Rafa
    Físico: Novak/Rafa
    Defesa: Novak
    Leitura de jogo: Novak
    Adaptação aos pisos com maior facilidade: Novak.
    Maior técnica: federer
    Completo: Novak.

    Responder
  55. Maurício de oliveira Mattioli

    Fourrand:Del Potro and Federer
    Backrand:Guga e Wavrinka
    Backrand two rands:Djokovic impecável na sequência Borg.
    Voleio:Sampras,Becker,Rafter and Federer
    Smach:Sampras e Nadal
    Drop shot:Federer and Nadal.
    First service:karlovic,Sampras and Federer.
    Second service:indiscutível Sampras.
    Slice Federer (perfect)
    Mental:Nadal (Perfect) logo atrás Djokovic.
    Parte física:Nadal e Djokovic
    Sistema tático:Nadal sempre tem soluções,na sequência Djokovic.

    Responder
  56. Leonardo

    Melhor primeiro saque: Federer, não pelos Aces mas pela capacidade de esconder o golpe e variações.
    Melhor segundo saque: Kyrgios
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka, o do Gasquet é excelente também.
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Federer. O do Nadal também é ótimo, mas é mais pra defesa.
    Melhor smash: difícil dizer, mas o pior entre os de elite, é o do cotonete.
    Melhor devolução: Djokovic e Nadal.
    Melhor jogo de pernas: Já foi Federer e Nadal. Nos últimos anos é o cotonete com certeza.
    Melhor contragolpe: Djokovic e Nadal
    Melhor ‘mão’: (mão acaba englobando drop, lob, bate pronto e voleio), então acaba sendo o Federer.

    Responder
  57. Fernando Vieira

    Era Aberta

    Melhor primeiro saque: Ivanisevic
    Melhor segundo saque: Kuerten
    Melhor voleio: Sampras
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Kuerten
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Nadal
    Melhor smash: Connors
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Djokovic
    Melhor contragolpe: Hewitt
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  58. Fernando Vieira

    Melhor primeiro saque: Isner
    Melhor segundo saque: Nadal
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Nadal
    Melhor smash: Nadal
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Djokovic
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  59. Valmir

    O Federer tem a … melhor escolha de finalização de ponto.

    Quando a bola sobra para um winner… ele quase sempre manda a bola no lado certo para ser indefensável.

    O Djokovic tem a … melhor escolha do lado para se defender de um winner desses… é oque mais acerta o lado.

    Responder
  60. Valmir

    Vou fazer uma listinha de itens alternativos recentes…

    Quebrador de raquete mais raivoso….. ZVEREV
    Maior xingadora de juiz……………………… SERENA
    Maior BAD BOY………………………………….. KYRGIOS
    Melhores jogadas irresponsáveis………. MONFILS / DUSTIN BROWN
    Maior risco de desclassificação………….. DJOKOVIC
    Maior tempo tomando bolinha………….. SHARAPOVA (Ah… Meldoniun…)
    Menor aplaudidor de jogadas…………….. FEDERER
    Melhor arrumador de garrafas…………… NADAL
    Maior gritadora atual…………………………. SHARAPOVA / HALEP (quem diria que passariam a SELES)

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Quebradores de raquetes mais raivosos, tem dois que superam de LONGE o Zé Verev:

      Marat Safin, que parecia uma pilha em quadra.

      E Goran Ivanisevic.

      Me lembro de uma vez que um narrador contou que o Goran foi tão BURRO, que quebrou todas as raquetes que trouxe pro jogo.

      Aí o juiz de cadeira só anunciou:

      ” GAME, SET AND MATCH” pro oponente…

      Kkkkkk

      Responder
      1. Alessandro Sartori

        Baghdatis no AO a alguns anos na troca de lado sentou na cadeira e começou a quebrar uma atrás da outra, não me lembro a punição que ele recebeu do juíz, só lembro que a fabricante de raquetes rescindiu o contrato com ele…

        Responder
      2. Luiz Fabriciano

        E tem um que classifico como o Quebrador de Raquetes mais Tranquilo: Marcos Baghdatis.
        Teve um AUSOpen que ele sentou-se em seu banco e, calmamente, foi tirando suas raquetes da bolsa, uma a uma e quebrando-as.

        Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        Outro brilhante comentário, caríssimo Léo Gavião. Como pode ser tão arrogante se e’ de longe o mais popular do público e da grande maioria dos Tenistas ? Sabe muito !!! Tá chovendo no Sítio ? Kkkkkkkkk Abs!

        Responder
      1. João ando

        Leonardo .ele deve ter saído com muitas beldades mas nos não ficamos sabendo …pelo menos eu…agora e um grande talento e ainda tem lenha para queimar no tenis

        Responder
  61. Francisco

    Primeiro saque: Ivanisevic
    segundo saque: Sampras
    voleio: Sampras
    bachand slice: dificil essa….
    bachand de uma mao: Guga!
    bachand duas mãos: Djokovic
    forehand: Federer
    Smash:Federer
    Devoluçao: Djokovic
    Jogo de pernas: Nadal
    Contra golpe: Djokovic
    mão: Federer

    Responder
  62. Pedro Henrique Bueno Matos de Almeida

    1- primeiro saque – Roddick
    2- segundo saque- Sampras (sacava segundo como o primeiro, jogo baseado no saque)
    3 – voleio de forehand – Macenroe, Sampras (dois gênios no quesito)
    4 – voleio de esquerda – Federer, egberg
    5 – forehand – Del Potro (simplesmente animal, potente, reto, preciso, pouco erros, mortal na corrida), menção honrosa: Federer, Nadal, Gonzales, Lendl, Serena, jogam baseados no forehand, cada um com uma característica um pouco diferente mas todos incríveis;
    6 – backhand com 1 mão – Guga/ Justine Henin/ Wawrinka, Henin muito habilidosa, fazia qualquer coisa com o backhand, se adaptava bem as quadras rápidas, muito veloz na preparação, batia sempre equilibrada, Guga, também fazia qualquer coisa, com muito spin, chapado, ganhou muita coisa com o golpe, Wawrinka é cavalo, backhand na paralela indefensável, movimento muito fluido e potente;
    Backhand com duas mãos – Djokovic, perfeito;
    Devolução- Djokovic, menção honrosa a Agassi;
    Lob – Murray/Hewitt (Murray venceu a Davis com um Lob espetacular);
    Slice – Steff Graff/ Federer;
    Smash – Djokovic, kkkkk;
    Jogo de pernas – Djokovic, um pouco mais completo pois se adapta em qualquer superfície, além da grande flexibilidade, Nadal, Federer e Murray geniais tbm;
    Mão – Federer, o cara capaz de produzir mais lances geniais da história, sem comparação;
    Jogo mental – Nadal, eu não gostaria de jogar dar contra ele.

    Responder
    1. Alessandro Sartori

      Bem lembrado Roddick como melhor serviço, no caso do norte-americano além de fazer muitos aces, tinha muitas bolas que espirravam(e como espirravam) na raquete do adversário, era pra ter sido ainda maior se tivesse back e fosse menos marrento…

      Responder
  63. Valmir

    E a … melhor plasticidade no jogo… jogo mais bonito…. não entra nessa lista ??

    Os fans do Federer devem ter sentido falta desse item na lista.
    Do jeito que eles prezam essa performance dele, poderíamos até dizer que…

    o Federer é um… bailarino das quadras
    seria o…. Mkhail Baryshnikov…. do tênis…..

    kkkkkkkkkkkkkk

    Responder
    1. Marcio

      Acredito que o critério utilizado pelos torcedores do suíço seja muito mais objetivo, até porque, atualmente, todos os números máximos do tênis estão nas mãos dele, quais sejam :
      237.
      302.
      20.
      6.
      Números colocados em ordem de importância e dificuldade.
      Acredito que essas estatísticas possam ser alteradas, mas não todas, pelo menos nessa época.
      Acompanhemos.

      Responder
      1. Sérgio Cipriani

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Sou seu fã, cara!!
        Acompanho os comentários desse blog só para ler os teus!! Animam o meu dia!!! kkkkk

        Responder
      2. Valmir

        Ele tem os números… 4 e o 1 ??

        Só isso… números baixinhos…

        4 … Slams seguidos
        1… vez todos os masters 1000

        Poxa… tem números tão grandes…. mas números tão baixinhos ele não consegue.

        Responder
  64. neuton

    Melhor primeiro saque: EU
    Melhor segundo saque: EU
    Melhor voleio: EU
    Melhor backhand com slice: EU
    Melhor backhand de uma mão: EU
    Melhor backhand de duas mãos: EU
    Melhor forehand: EU
    Melhor smash: EU
    Melhor devolução: EU
    Melhor jogo de pernas: EU
    Melhor contragolpe: EU
    Melhor mão: EU
    Melhor passada: EU
    MAIOR SONHADOR: eu

    Responder
  65. André Barcellos

    Vou elencar os meus, mas por enquanto fica apenas o espanto de ver Federer citando Rafa como o melhor voleio.
    Ele Voleia direitinho nas bolas certas. Só…
    Será que o mestre não quis se citar duas vezes?

    Responder
  66. Julio SC

    Excelente, Dalcim! Concordo com a lista. Talvez colocaria Rafter como voleador.

    Se puder fazer essa lista contando somente brasileiros, qual seria?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acho que Guga lidera em saque, forehand, backahand e devolução de saque, ainda que o Motta tenha tido um grande fh, Oncins belíssimo bh; Mattar e Bellucci, ótimos primeiros saques. Backhand de duas mãos, Saretta. Jogo de rede deixaria claro com Koch, com Kirmayr logo atrás. Koch também para segundo saque. Slice e lobs com Júlio Goes, sem dúvida. Jogo de pernas com Meligeni.

      Responder
  67. João Sark

    Dalcim, bom dia.

    Eu achava que o Federer teria um smash muito melhor que o Nadal. Algo que justifique essa escolha.

    O suíço parece acertar esse golpe de qualquer lugar da quadra, além de executar muito mais que o Nadal.

    O que acha?

    Abs

    Responder
    1. Leonardo

      O do Nadal é de esquerda, então acaba sendo melhor por ser mais difícil de ler pela maioria dos outros jogadores que são destros. Apenas por isso.

      Responder
      1. Miguel BsB

        Discordo. O Smash de canhoto, se não for aquele fácil put away, normalmente é cruzado, indo no lado do backhand do adversário destro. Claro que defender um golpe desses é tarefa dificílima…

        Responder
  68. Thiago

    Aí vai minha lista.

    Melhor primeiro saque: Ivanesevic / Raonic
    Melhor segundo saque: Krygios (quando entra rsrsrs)
    Melhor voleio: Rafter
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Delpo
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Agassi / Johansson
    Melhor jogo de pernas: Wewitt
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  69. Jonas

    Melhor primeiro saque: Karlovic
    Melhor segundo saque: Djokovic
    Melhor voleio: Federer
    Melhor backhand com slice: Haas
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Nadal
    Melhor smash: Djokovic rs

    Responder
  70. Sônia

    Melhor primeiro saque: Isner
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka
    Melhor lob: Murray
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor pernas: Berdych
    Melhor glúteos: Tsonga
    Olhos: Nikoloz Basilashvili
    Sorriso: Fernando González / Ernests Gulbis
    Melhor gran willy: Federer
    Melhor drop: Federer
    Melhor Forehand: Federer
    Melhor smash: Federer
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor voleio: Federer
    Melhor “mão”: Federer (Simply the Best)
    Fair play: Federer
    Carisma: Federer
    Elegância: Federer
    Net worth: Federer

    Beijos.

    Responder
  71. Castro

    Vou palpitar também:
    Melhor primeiro saque: Goran Ivanisevic
    Melhor segundo saque: Sampras
    Melhor voleio: Sampras
    Melhor backhand com slice: Federer
    Melhor backhand de uma mão: Guga
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Del Potro
    Melhor smash: Sampras
    Melhor devolução: Djokovic
    Melhor jogo de pernas: Djokovic/Agassi
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
  72. Rodrigo S. Cruz

    Melhor primeiro saque: IVANISEVIC

    Melhor segundo saque: SAMPRAS, disparado. Pra mim, o melhor segundo saque da história

    Melhor voleio: FEDERER

    Melhor backhand com slice: FEDERER

    Melhor backhand de uma mão: STAN

    Melhor backhand de duas mãos: DJOKO

    Melhor forehand: DELPO

    Melhor smash: SAMPRAS. (acho que nunca vi o Pete, errando um smash).

    Melhor devolução: DJOKO

    Melhor jogo de pernas: DJOKO

    Melhor contragolpe: DJOKO

    Melhor mão: FEDERER

    Melhor passada: NADAL

    Responder
  73. Miguel BsB

    Esse vídeo do Post mostra o quão belo e plástico é esse backhand do Wawrinka! Além de eficiente e mortal…
    Não tem golpe mais plástico no circuito.

    Responder
  74. Valestra

    Melhor primeiro saque: Ivanisevic (ganhou um GS única e exclusivamente por causa disso!)
    Melhor segundo saque: Rafter
    Melhor voleio: Edberg (menção honrosa ao Rafter)
    Melhor backhand com slice: Federer (maior nro de RPMs (5300) já registrado num golpe de fundo foi um slice do Federer, sabiam?)
    Melhor backhand de uma mão: Wawrinka (disparado!)
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic
    Melhor forehand: Federer
    Melhor smash/overhead Federer (se perdeu 10 na vida toda foi muito – fora o lob (lob, cara!) de overhead que ele deu no Djoko naquele US open, lembram?)
    Melhor devolução: Djokovic (menção honrosa ao Agassi)
    Melhor jogo de pernas: não sei, tem um monte que se mexe bem e parecidos
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer

    Responder
    1. Valmir

      O duro foi ter perdido um desses 10 smashs na final de Wimbledon 2014.

      Quinto set… 4 x 4 … Djoko no saque… 15-15… Federer no meio da quadra com a bola numa ótima altura.
      aplica o temível smash.. e… bola na rede.

      Perdeu a chance de ter 15-30 e muita pressão no saque do Djoko… que acabou confirmando.
      Na sequência… perdeu o saque… o set… o jogo.. o título.

      Responder
  75. Alvaro Ruiz

    Simples. O Federer com o BH do Djokovic. Provavelmente não teria perdido quase nenhuma para o Nadal e teria 30 GSs. Saque do Karlovic e Isner se destacam devido a altura. Proporcionalmente nunca vi um sacador tão preciso quanto o Federer.

    Responder
  76. Luiz Fernando

    Rafa evoluiu muito no fundamento “voleio” mas dizer q o dele é o melhor vai uma distancia muito grande. Na atualidade vejo Federer como o melhor nesse item.

    Responder
  77. Ricardo Pinto da Silva

    Olá. Eu acompanho o circuito desde 1978 e embora nunca tenha jogado tênis admiro profundamente o esporte. Este site já acompanho há vários anos, embora nunca tenha feito um comentário, mas gosto dos que são técnicos como esses de hoje. Resolvi participar dessa dessa vez e acho difícil discordar da avaliação do Dalcin embora números limitem a avaliação. Agora, de minha parte, acho que o Federer falou uma grande besteira quando disse que o voleio do Nadal era o melhor! Fico entre esses três : Federer, Becker e Sampras, sem ordem.
    Um ponto que sempre me chamou muito a atenção e no qual para mim o Federer não tem rivais é a velocidade da transição entre o fundo de quadra e a rede. Nunca vi um jogador igual, com tal rapidez e naturalidade.
    Agradeço a oportunidade. Ricardo

    Responder
  78. Carlos

    Olá, caro Dalcim. Fiquei contente quando li a sua lista do tenista perfeito da atualidade. É que bate com a minha. Mas eu concordo com o Federer no fato de que o smash não dá para avaliar. Dá pra dizer quem é bom nisso e quem não é. Mas dizer quem é o melhor…
    Quanto ao perfeito da Era Profissional, acompanho em quase tudo, exceto voleio, que voto em Edberg, e backhand de uma mão, que credito a Guga. Embora o backhand de Wawrinka seja magnífico, creio que Guga se aproveitou melhor deste golpe em momentos decisivos das partidas.
    Abraço

    Responder
  79. Robson Couto

    O que impressiona é que nos melhores golpes de todos os tempos dos doze itens analisados oito são de tenistas em atividade. Aí vemos o nível que está o tênis atual. Além disso, seis golpes, ou seja 50%, pertencem a Federer, Nadal e Djokovic. Não é à toa que a maioria dos números importantes do tênis pertençam a eles.

    Responder
  80. O JR7

    Dos que eu assisti:

    Saque: Isner / Karlovic
    Devolução: Djokovic
    Forehand: Gonzalez / Del Potro / Nadal
    Backhand: Djokovic
    Voleio: Stepanek / Rafter / Federer
    Slice: Federer
    Top Spin: Nadal
    Smash: Federer / Stepanek
    Passada: Nadal
    Movimentação: Nadal / Federer (mais novo)
    *Volume de jogo nos pontos: Djokovic / Nadal
    Resistência Física: Nadal (histórico)
    Força Mental: Djokovic
    Aplicação tática/Estratégia: Nadal
    Improviso/Habilidade: Federer

    * escolha das jogadas, execução dos fundamentos na disputa de um único ponto.

    Não acompanhei a carreira do Sampras, Agassi, Borg, Laver, entre demais lendas, mas sei que eles constariam fácilmente em um e outro fundamento.

    Responder
  81. Fabiano Sa

    O Federer foi muito camarada em colocar o Nadal como melhor voleio do circuito rs
    Fico mais com a lista do Dalcim so para apimentar, sera que o backhand de uma mao do Guga nao era melhor que o do Wawrinka ? Rs

    Responder
      1. LION

        Mesmo porque o “carisma” de Federer é uma das maiores piadas e forçações de barra da história. Gugua e agassi, ao contrário, eram realmente carismáticos.

        Responder
  82. Pedro

    Dalcim,

    O Federer dizer que o melhor voleio é o do Nadal, essa foi difícil. Sei que tem muito jogo de cena, mas ele poderia ter escolhido ele mesmo. Quis dar uma de humilde. Em relação ao forehand, é difícil escolher. Teríamos que recorrer a estatísticas. Você possui algum dado estatístico?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Forehand é o golpe de definição de 90% dos tenistas do circuito, até mesmo de alguns que têm ótimo backhand. Daí haver tanta discussão.

      Responder
      1. Pedro

        Foi por isso que eu perguntei da estatística, porque fica muito subjetivo. Em relação ao Kyrgios, vi uma notícia que ele desistiu de um torneio por contusão. Você acha que um dia ele ficará entre os maiores? Porque simplesmente até hoje está na expectativa, igual ao Dimitrov.

        Responder
  83. Miguel BsB

    Dalcim, se me permite, vou aproveitar e lançar a enquete dos PIORES golpes, dentro dos jogadores frequentes do top 100. Gostaria tb de ver a sua hehe

    1 Serviço: Nishikori
    2 Serviço: Nishikori
    Voleio: de Menor
    Slice de BH: Djokov… Brincadeira rs – Bellucci
    BH 1 mão: Johnson (só bate slice)
    BH 2 mãos: Isner
    Forehand: Paire e Gasquet (Vive la France!)
    Smash: essa vai ser Djokovic msm, sorry nolistas rs
    Jogo de pernas: Karlovic
    Contragolpe: Berdich (foi o que consegui pensar, só dá porrada)
    Pior mão: Difícil essa, aceito ajuda dos universitários…

    Responder
  84. Oswaldo E. Aranha

    Dalcim, para mim não existe o tenista prefeito, mesmo que criassem um robot agregando o melhor de cada um. O bom de ver o tênis é sentir a emoção das grandes jogadas e dos grandes erros; afinal somos humanos, com nossa qualidades e defeitos, como os tenistas o são.

    Responder
  85. Miguel BsB

    Que enquete bacana, esta é a minha lista:
    PS: não vou considerar os servebots com mais de 2m

    1 Serviço: Federer
    2 Serviço: Djokovic
    Forehand: Delpo
    BH 1 Mão: Wawrinka
    BH Slice: Federer
    BH2 mãos: Djokovic
    Voleio: Federer e Tsonga
    Smash: Nadal e Federer
    Devolução: Djokovic
    Jogo de Pernas: Nadal
    Contragolpe: Djokovic
    Melhor mão: Federer

    Vou acrescentar: rs
    Melhor Grand Willy: Federer
    Melhor Tweener: Kyrgios (!) kkkkk

    Menção honrosa nos quesitos voleio e melhor mão: Dustin Brown hehe

    Responder
  86. Sérgio Cipriani

    Sabem o que é intrigante? Federer foi honesto e fez uma lista séria, tanto que à exceção dos itens controversos (coincidentemente os que apontam a Nadal), o restante bateu exatamente igual com a lista do blogueiro… Deve ser duro pra quem chamou o espanhol de baloeiro a vida toda ter que ler isso… Mas o Federer não deve saber do que está falando… Não deve entender muito desse esporte… kkkkkkk

    Responder
  87. Leo Gavio

    O tenista perfeito é uma mistura de Nadal, Federer, Djokovic, Berdych e Fognini

    Melhor primeiro saque: Djokovic (saque do Djoko aberto e fechado nao voltam, há 10 anos era o do Federer, hoje nao)
    Melhor segundo saque: Djokovic (segundo saque dele tem um bom quique, Nadal e Federer sofrem pra responder)
    Melhor voleio: Federer disparado
    Melhor backhand com slice: Federer disparado
    Melhor backhand de uma mão: Federer (a do Wawrinka anda mais, mas a do Federer é canivete suiço, faz muita coisa, bate pronto espetacular)
    Melhor backhand de duas mãos: Djokovic disparado, alem de andar bem, é canivete suiço, Djoko brinca com ela, angulos e profundidade
    Melhor forehand: Berdych direita flat fulminante, execução perfeita, sem gritaria como faz del potro .
    Melhor smash: Nadal disparado, o melhor smash com toda certeza
    Melhor devolução: Djokovic, naturalmente
    Melhor jogo de pernas: Fognini, pra mim melhor jogo de pernas faz quem sempre bate equilibrado na bola, Nadal cobre bem a quadra mas Fognini faz a bola andar, Nadal fica passando.
    Melhor contragolpe: Djokovic
    Melhor ‘mão’: Federer
    Mais inteligente: Nadal, jogador de xadrez, compensa com a imaginação a falta de talento

    Responder
      1. Chetnik

        Dalcim, não acompanhei o Borg, e ele ser conhecido como Iceborg já fala por si só, mas o fato dele não ter aguentado a pressão e “pedido para sair” cedo, depois de umas derrotas para o Mcenroe, também não pode ser ignorado…

        Responder
      1. Nando

        E Federer é o único do circuito q dá drop shot recebendo saque (alguns) hein…
        Ele esconde bem esse golpe, não dá pra saber se ele dará slice ou drop.

        Responder
  88. Chetnik

    O próprio Federer falou que smash não é um golpe “muito importante”, mas tem uns 2/3 zumbis – ou será o mesmo? Kkkk – que ficam sempre fazendo aquelas comparações incessantes e obsessivas de golpes e colocando o smash na comparação, como se um smash superior fosse comparável a ter uma devolução ou esquerda superiores kkkk. Tem gente que não tem cérebro, kkkk.

    Responder
    1. Nando

      “Tem gente q não tem cérebro”
      Acredito q o Mestre aprova seus comentários devido ao “sistema de cotas para quem não agrega nada”…pois não sai nada do q presta aí hein.
      Só sabe falar mal de federista, e ainda tem os fakes.

      Responder
      1. Chetnik

        Moe, eu não estou aqui para agregar nada, mas só para me divertir, o que eu faço muito com você e os teus dois companheiros – menção honrosa para os demais membros da horda zumbi kkkk.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *