Federer cai, Djokovic avança: veja como foi foi!
Por José Nilton Dalcim
11 de julho de 2018 às 09:11

E Anderson conseguiu – Incrível a frieza de Anderson ao longo de toda a partida, especialmente nos momentos delicados dos últimos sets. Jamais se desesperou, usou sempre o saque e o forehand na hora do aperto e foi muito consistente nos golpes de base. Resultado frustrante para Federer, que teve um match-point lá no final do terceiro set, mas o sul-africano mereceu seu momento de glória.
Na mão de Anderson –
Suíço jogou sem primeiro saque, fez duas bolas arriscadíssimas, mas dupla falta levou ao break-point e aí erro de forehand no meio da rede. Anderson tem o saque para uma vitória histórica na carreira.
4 horas –
Já se vão pelo menos duas horas desde que Federer teve match-point no final do terceiro set. Suíço no momento parece depender mais do saque do que Anderson.
17 games –
Pernas podem fazer diferença a partir de agora, daí o primeiro saque tem enorme peso. Federer há algum tempo tem dificuldade em chegar bem nas trocas.
Apertado –
Os dois tenistas escapam de 15-30 em seus saques. Suíço tenta ir mais à rede, mas está difícil chegar lá diante das bolas muito pesadas de Anderson.
Anderson se segura –
Com incrível eficiência no forehand – chegou a bater três vezes no contrapé de Federer -, Anderson escapou de outro game apertado, em que saiu de 0-30. Em seguida, Federer não teve trabalho para ir a 7-6.
Federer bate na trave –
Suíço fez de tudo para obter a quebra no oitavo game, mas Anderson manteve frieza e precisão. Depois, pequeno susto e subidas à rede para manter a liderança no placar: 5/4 e todo apoio do público.
Anderson reage –
Depois de permitir 0-30, Anderson jogou demais com seguidas bolas sobre a linha e opção sempre para bater de forehand.
Federer tenso –
Nem mesmo os voleios estão saindo com facilidade para Federer nesta altura da partida. Ele precisou lutar muito para conservar o serviço e ir a 2/1.
Vamos ao quinto set –
Federer ainda teve chance de evitar a queda no quarto set, mas Anderson mostrou enorme confiança ao disparar grandes forehands sob pressão. Sul-africano mostra muito controle emocional.
Momento de Anderson –
Com 5/4 e apenas dois pontos perdidos com o saque em todo o quarto set, sul-africano vai para o serviço muito perto de um grande feito: levar Federer ao quinto set em Wimbledon.
Anderson quebra: 4/3 –
E olha a pressão aumentando em cima de Federer. De novo, o suíço não fez o suficiente com o saque e Anderson ganhou confiança.
Djokovic na semifinal! –
Num jogo com alguns altos e baixos, Djokovic justificou seu favoritismo em cima de Nishikori, que até tentou coisas diferentes e ao menos tirou um set. Apesar do baixo número de aces, ter mantido média de 85% de pontos vencidos com o primeiro saque foi decisivo para o sérvio.
Jogo duro –
Anderson ganhou confiança com a vitória no terceiro set  e só cedeu dois pontos com o serviço.
Caminho aberto para Djokovic –
Mesmo tendo uma atitude chata – pediu para o árbitro dar advertência ao adversário -, Djokovic ratifica sua superioridade e já abre 3/1 no quarto set.
Anderson sobrevive –
Mesmo tendo obtido 0-40 e uma bola fácil para tentar a quebra, Federer não evitou a queda no terceiro set e o fim da sequência de 33 sets em Wimbledon. Sul-africano mereceu muito, porque sustentou a parte emocional e foi agressivo nos momentos mais delicados.
Anderson quebra!
– Sul-africano jogou um grande game para obter uma fundamental quebra neste terceiro set. Devolveu firme diante de outro serviço vacilante do suíço e pode ganhar seu primeiro set de Federer.
Nishikori quebra – Nada resolvido na Quadra Central. Djokovic de novo se mostrou muito frustrado com a imprecisão da base e cede quebra.
Anderson evita match-point –
Sul-africano mostrou frieza num game de muita pressão em que ainda precisou salvar a derrota. Forçou mais o backhand de Federer no aperto.
Djokovic fecha: 2 sets a 1 –
Nishikori caiu de produção nos últimos games e, apesar da ideia de ser agressivo, começou a errar na profundidade. Com isso, perdeu outro serviço e o set com a estatística fraca de 7 winners e 7 erros.
4/2 para Djokovic –
Na notável gangorra que está a partida, Djokovic devolveu muito bem, pressionou e viu Nishikori errar tentativa de ir à rede para perder o serviço. Sérvio cerrou punhos.
Djokovic escapa de 0-40
– Sufoco para o sérvio ir a 3/2. Nishikori abriu 0-40, mas daí em diante Djokovic foi muito sólido. Sacou bem e tomou iniciativa dos pontos.
Federer vibra: 4/3 – Anderson está exigindo muita aplicação de Federer no fundo de quadra, já que o sul-africano pega pesado e erra pouco. Algumas trocas têm sido muito intensas.
Nishikori joga muito: 2/2
– Que grande game de Nishikori para empatar o terceiro set. Djokovic chegou ao break-point com bolas profundas, e aí japonês fez um belo voleio para se safar e depois fechou com saque e forehand no contrapé.
Federer lidera: 2/1 – A pior notícia para Anderson é ver Federer sair com direito a saque no terceiro set, o que permite ao suíço comandar o placar e aumentar ainda mais a pressão em cima do sul-africano. Qualquer vacilo no saque agora, é fatal.
Djokovic na frente: 2/1 –
Sérvio voltou sacando bem no começo do terceiro set, mas incomoda um pouco suas atitudes negativas na partida.
Federer ganha tiebreak doido –
Anderson fez 2-0, ai Federer ganhou cinco pontos seguidos e falhou para fechar com dois serviços na mão. Não dá para ser mais maluco. Por fim, suíço devolveu muito bem e fechou lá do fundo de quadra. Chega a 36 sets seguidos e iguala seu próprio recorde no torneio.
Nishikori leva segundo set: 6/3
– Japonês adotou mesmo uma postura agressiva, usou forehand e uma bela deixadinha para concluir um segundo set em que mereceu muito o placar. Federer leva ao tiebreak – Suíço permitiu 0-30, mas reagiu bem. Sem dúvida, é o pior set com o serviço que faz no torneio.
Nishikori 5/2
– E olha só o japonês indo quase todos os pontos à rede, dois autênticos saque-voleios! Funcionou.
Federer iguala 5/5 – Suíço arriscou tudo no segundo saque no 0-15 e daí em diante ficou confiante e sacou muito para chegar ao empate.
Nishikori abre 3/1 – Ótimas devoluções, backhand bem agressivo e uma escolha infeliz de drop shot de Djokovic no break-point determinam vantagem de Nishikori no segundo set.
Nishikori evita 0-40 –
Japonês vai a 2/1 no segundo set fazendo saque-voleio no segundo break-point. Djokovic joga a raquete de frustração e leva advertência.
Federer respira –
Outra vez o primeiro serviço não entrou e Federer deu sorte quando viu Anderson errar forehand na paralela o break-point: 3/3.
Federer reage – A folga de Anderson durou pouco. Sacou mal neste quinto game. Federer está sempre vindo para cima no segundo saque do sul-africano:.
Game longo –
Nishikori sofreu para confirmar o primeiro serviço do segundo set e Djokovic saiu frustrado pela chance perdida.
Anderson 3/1 –
Federer reage bem à quebra sofrida e volta a ganhar com rapidez um serviço. Mas quebras não são fáceis de se recuperar na grama.
Anderson quebra –
E olha a surpresa no começo do segundo set. Depois de passar sufoco para conservar o serviço, Anderson se vale de um raro game de serviço mal jogado por Federer, que errou muito da base. Primeiro serviço perdido pelo suíço no torneio: 2/0.
Djokovic 6/3 –
Sérvio se irritou ao perder primeiro set-point, mas rapidamente colocou a cabeça no lugar. Eu esperava um Nishikori mais agressivo, talvez mude de tática agora já que o começo foi ruim.
Djokovic 5/3 –
Nishikori já se atrapalhou por três vezes com o quique irregular da bola, e agora foi num importantíssimo break-point.
Federer 6/2 – Suíço perdeu um único ponto com o saque a favor e ganhou 50% dos lances como devolvedor.
Djokovic 4/3 –
Sérvio ainda muito conservador na partida, esperando erros. Japonês se plantou perto da linha e está se saindo bem.
Federer 5/2 fácil –
Suíço achou rapidamente o tempo de devolução e aí Anderson tem de bater sempre uma bola a mais do que planejava. Resultado são erros da base.
Anderson escapa: 3/2 –
Faltou pouco para Anderson perder mais um serviço. Ele continua sacando e ficando no fundo, tentando fugir para bater o forehand. Vai precisar de muita perna.
Djokovic vacila: 3/2 –
Nishikori recupera imediatamente a quebra. Devolveu muito bem e Djokovic se mostrou bem apressado. Para completar fez dupla falta no break-point.
Djokovic 3/1 –
Nishikori já tentou primeira deixada – é de ser esperar que busque coisas novas -, mas a firmeza do sérvio nas trocas é superior.
Federer já lidera
– Anderson sacou e ficou no fundo, cometendo erros. Péssimo início: 1/0.
Começo morno – Djokovic manteve seus dois serviços, sem forçar tanto. Os dois ficaram grudados na base, como deve acontecer em 80% do tempo: 2/1.

Onze títulos em quadra ao mesmo tempo na abertura das quartas de final de Wimbledon. Vamos comentar o andamento de Roger Federer x Kevin Anderson e de Novak Djokovic x Kei Nishikori por aqui.


Comentários
    1. Nando

      É só Federer perder, q os urubus aparecem…urubus conhecidos tbm como modinhas, oportunistas de ocasião. Estranho hoje vc estar falando com o seu outro nome, né chetnik/lola/lei gavio? Kkkkkkk

      Dito isto, não pode perder um jogo estando com 2×0, pra ninguém. Vamos ver o q Federer pegará de “útil” nessa derrota.

      Responder
  1. Fernando Brack

    Desta vez, de nada adiantou ter pulado a temporada de saibro. Aliás, este ano ele nitidamente sentiu a falta de ritmo por ficar sem jogar. Foi realmente uma exibição desastrosa. Suas chances de ganhar WB de novo ficam drasticamente reduzidas, e o N°1 agora se foi de vez, possivelmente pra nunca mais.

    Responder
    1. Gildokosn

      Mas nós como torcedores do gênio nem devemos ficar chateados. Eu nem curei a ressaca do 20° Slam ainda kkkkkkk
      Eu sei que ja faz um tempo… mas convenhamos que essa é uma ressaca que nem todos vão ter.

      Responder
  2. Pedro

    Dalcim,

    O resultado ruim para o Federer em Wimbledon, neste ano, era provável. Dificilmente uma pessoa consegue jogar e se dar bem em torneios consecutivos, com exceção do Nadal. O erro foi o suiço ter jogado dois torneios antes, sendo que um ele foi campeão e outro vice. Se Wimbledon era a aposta, ele deveria ter se poupado mais. Visivelmente ele cansou mentalmente e então começou cair a confiança no seu jogo. Com isso, o sul africano subiu de produção, e o resultado foi que Wimbledon, talvez, só ano que vem. Ele poderia ter ganhado este ano, se tivesse chegado mais inteiro. Ganhar do Nadal e do Djoko, era possível.

    Responder
  3. Rafael

    Meu camarada Pessanha

    No aguardo de suas considerações sobre a vitória de Kevin contra o “maestro”, que seria campeão sem perder sets.

    hohohoho, grande abraço, meu velho!

    PS: Federer está de parabéns, está fazendo muito mais do que qualquer outro em sua idade e condições. Quando pega um tenista competitivo, consistente e que não treme, a coisa fica difícil mesmo.

    Esse Anderson saca demais, affe.

    Responder
  4. Fernando Brack

    O que deu em Federer pra perder esse jogo? Pareceu estranhamente desinteressado depois de perder o 3° set. Claro que Anderson jogou bem, mas, convenhamos, o cara é um freguezaço do suíço. Outra derrota para um underdog em WB depois de abrir 2×0 é pra acabar.

    Responder
    1. Nando

      Se tivesse pulado “só RG…o erro foi ter pulado td. Ano passado mesmo mal pq ganhou Miami, esse ano perdeu na estréia, então ficou 10 dias a mais em casa.
      Não pode ficar td isso sem jogar e aí achar q voltará “na boa”. Duvido q ele passou 2 desses quase 3 meses treinando né.

      Responder
  5. Rubens Leme

    Dalcim, Nadal e Djokvic estão revoltados com Anderson! Acabou o passeio de domingo no parque de diversões, agora terão que enfrentar um tenista de verdade na final.

    Uma injustiça.

    Responder
  6. Rubens Leme

    Dalcim, em 1985 o sul-africano Kevin Curren chegou à final, eliminando nas quartas-de-final o então bicampeão John McEnroe. E Curren também era cabeça de chave número 8.

    Teremos uma repetição?

    Kevin por Kevin.

    Responder
      1. Rubens Leme

        Sim, por uma questão de meses, porque na final do Australian Open de 1984 ainda era sul-africano. Enfim, ele era sul-africano de nascimento, a despeito da naturalização.

        Responder
  7. PIETER

    Se o Federer continuar jogando como está, infelizmente estará cavando a própria derrota. E o Anderson está fazendo uma grande partida. Não entendo por que o suíço não está indo mais à rede. E ainda errando muito lá do fundo…

    Responder
    1. welington

      Já disse em outro post. Acabou pra BAILARINA. Nunca mais ganhará GS. Esqueçam FEDERETES. Reafirmo: tá igual a Fusca e Brasília: quando começa a correr demais, é certo que VAI BATER O MOTOR;
      E tem mais: NADAL vai atropelar vários recordes da BAILARINA (vai bater o recorde de GS, vai cravar uns 40 M1000, e por aí vai…);
      NADAL e DJOKO vão dividir o circuito pelos próximos 05 anos. Não tenho dúvidas quanto a isso;
      Fim de carreira para a MAIOR FRAUDE DA ATP.

      Responder
  8. Fernando Brack

    Depois de um 1° set tranquilo, o jogo Fed x And ficou perigoso pro Mestre. Anderson sacando bem e jogando focado, eqto Federer empilha erros. Se ele não abrir o olho, a zebra vai galopar na Quadra 1. E vamos pro 5° set.

    Responder
  9. VALDIR BITTENCOURT JUNIOR

    Dalcim, o que acontece com o Federer, é o segundo jogo seguido que ele vence o primeiro set com muita facilidade, sobrando, e aí do segundo set em diante o jogo vira uma briga de foice e ele não consegue mais se impor?

    Responder
  10. Luiz Fernando

    Parece q Djoko caminha a passos largos p fechar a partida, parece q o japa já deu o q tinha q dar, talvez já esteja abrindo o bico, como sempre…

    Responder
  11. Fernando Brack

    Federer trabalhou muito pra perder esse 3° set. Primeiro, desperdiçou chance de quebrar o serviço de Anderson e, em seguida, jogou de forma desleixada pra perder o seu. Aí joga fora um 0-40 pra devolver a quebra.

    Responder
      1. Nando

        Mulher tricotando é normal…agora homem tricotando é f…kkkkkkkk, como gosta de um “ti ti ti” vc hein.
        Passam os anos, e vc continua com as mesmas asneiras. Raramente vc fala do post, ou diz algo útil…haja tricô!

        Responder
        1. Luiz Fernando

          Vc gosta de dizer o q os outros devem postar, não aprendeu com aquela tirada do Dalcim, quando ele disse q vc tem todo o direito de não ler?

          Responder
  12. Victor Martins

    Cheguei a pouco em casa pra assistir o jogo do maior de todos. Ainda peguei o tiebreak. Mas tô com um pouco de raiva. Por quê tinha colocado pra gravar o jogo, e não sei o que aconteceu que não gravou. Mas vamo que vamo. Assistir ao espetáculo.

    Ahh, dalcim você conhece algum local que eu possa assistir depois o jogo todo na íntegra?
    Grato.

    Responder
  13. Gabi

    Dalcim,

    muito obrigada por se dispor a comentar ao vivo as duas partidas e simultaneamente! Ainda mais hj que não posso acompanhar pela tv/internet!
    Ah, e ainda consegue responder e publicar os nossos comentários!
    Vc é muito fantástico!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *